Ato político

37

O depoimento da Lula a Moro não foi tão isento de novidades, como parte do noticiário faz crer. Tendo sido um ato político, traz escaramuças interessantes, ainda que uma parte tenha uma estatura muito superior à outra (por ter sido presidente do país) e a outra tenha o poder, tanto de comandar a audiência quanto de julgar. Algumas frase:

Moro: “Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?”

Lula: “A Polícia Federal não descobriu quem foi? Não? Então, quando descobrir, o senhor me fala, eu também quero saber.” (…)

Moro: O senhor não sabia dos desvios da Petrobras?

Lula: Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o Ministério Público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.

Moro: Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.

Lula: Tem sim. Foi o senhor quem soltou o Youssef. O senhor deve saber mais que eu (…)

Moro: Saíram denúncias na Folha de S. Paulo e no jornal O Globo de que…

Lula: Doutor, não me julgue por notícias, mas por provas (…)

Moro: O senhor solicitou à OAS que fosse instalado um elevador no triplex?

Lula: O senhor está vendo essa escada caracol nessa foto? Essa escada tem 16 degraus e é do apartamento em que eu moro há 18 anos em São Bernardo. Dezoito anos a Dona Marisa, que tinha problema nas cartilagens do joelho, passou subindo e descendo essa escada. O senhor acha que eu iria pedir um elevador no apartamento que eu não comprei, ao invés de (sic) pedir um elevador no apartamento em que eu moro, para que a Dona Marisa não precisasse mais subir essa escada? (…)

Moro: Tem um documento aqui que fala do tríplex…

Lula: Tá assinado por quem?

Moro: Hmm… A assinatura está em branco.

Lula: Então, o senhor pode guardar, por gentileza.

 

Nova teoria

Comentário de um colega da internet: “A falta de evidência é prova inconteste que há algo escondido.”

 

Último a saber

Explicado por que Lula não sabia de nada na presidência. Ele não tinha conhecimento nem do que a mulher dele fazia…

 

Ou um ou outro

A grande mídia destacou o embate entre Lula e Moro. Sendo Moro juiz, este embate não poderia ocorrer, já que a acusação cabe ao MP. Se o árbitro toma parte de um dos lados, não é imparcial, portanto o noticiário reforça a tese de golpe. Mas os jornalões sustentam que não ha golpe, tudo é feito dentro da lei. Então não poderiam noticiar o depoimento como um confronto. Há aí uma contradição, mais uma, da grande mídia.

 

Suspensão em Paranaguá

Através do Ato Declaratório Executivo 9, publicado no Diário Oficial da União de terça-feira, a Alfândega da Receita Federal no Porto de Paranaguá declara que foi “aplicada definitivamente a sanção de suspensão das atividades de movimentação, armazenagem e despacho aduaneiro de mercadorias sob controle aduaneiro” à empresa Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina – Appa”, “até a constatação pela autoridade aduaneira do cumprimento do requisito ou da obrigação estabelecida”.

O segundo artigo do Ato postergado por três meses, contados a partir da data de publicação, o início da execução da suspensão das atividades “para que os intervenientes afetados possam realocar suas atividades”. A Appa não comentou a decisão.

 

Sorvete voador

Um quiosque de sorvetes da rede McDonald’s do Shopping Nova América (Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda.), na Zona Norte do Rio, foi condenado a pagar a duas clientes uma quantia de R$ 3 mil, cada, por danos morais, devido a uma briga no estabelecimento.

As autoras, avó e neta (então com oito anos) alegam que uma funcionária discutiu com outra cliente por causa da falta de troco, e que, no momento, foram ditas ofensas e palavrões. Também no meio da confusão, teria sido arremessado sorvete e até uma máquina de cartão de crédito, que atingiu a menina na cabeça.

 

Rápidas

A Comissão de Saúde da Câmara de Comércio França-Brasil vai receber, dia 15, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para debater os desafios e as oportunidades do setor. Das 8h às 10h, na Alameda Itú, 852, 19º andar, SP *** A aplicação da Lei de Acesso à Informação no Brasil será alvo de discussões na Fundação Getulio Vargas (FGV). No próximo dia 16, a FGV/Ebape realiza o evento “Os cinco anos de vigência da Lei de Acesso à Informação (LAI) – Avanços e Desafios”, em parceria com a Controladoria Geral da União. Inscrições: www.fgv.br/eventos/?P_EVENTO=3217&P_IDIOMA=0 *** Dentro da Semana Mundial de Doação de Leite Humano, o Banco de Leite Humano do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias, realizam evento sobre amamentação até 19 de maio no Caxias Shopping (RJ) *** O que representa a Internet das Coisas (IoT)? O III Congresso de Direito Digital debaterá o tema, dia 17. Saiba mais em www.fiesp.com.br/agenda/seminario-a-internet-das-coisas-e-a-industria/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui