Atraso

O atraso no recebimento das Certidões Negativas de  Débitos (CND) do INSS faz com que 93% das empresas percam ou atrasem a conclusão de negócios. O cálculo é do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Sindcont-SP). O presidente do Sindcont-SP, Sebastião Luiz Gonçalves dos Santos, destaca que o documento é indispensável para a empresa participar de licitações e  concorrências públicas e obter financiamentos e empréstimos em  bancos oficiais.

Fácil previsão
Em nota publicada em 24 de maio e intitulada “Descontrole”, esta coluna alertava que a histeria que tomou conta do mercado financeiro no fim do mês passado se prolongaria até a reunião do Federal Reserve (Fed), nesta quinta. Aqui também se advertiu que, apesar de ter servido de álibi para a escalada especulativa que derrubou as bolsas em todo o mundo durante cerca de um mês, não havia a menor hipótese de o aumento da taxa básica de juros dos Estados Unidos ultrapassar 0,25 ponto. A confirmação da previsão não transforma a coluna em pitonisa, mas reafirma o nível de fragilidade do mundo que hipoteca o futuro de suas economias à decisão de meia dúzia de tecnocratas, que não receberam um voto popular sequer, salvo a sanção mecânica do Senado norte-americano.

Show continua
Depois do rally nas bolsas de valores mundiais iniciado no fim de maio e que culminou com as fortes altas desta quinta – a Bovespa fechou em 4,74%, em 36.486 pontos – vem aí nova série de montanha russa. O mote agora serão as interpretações variadas dos oráculos do mercado financeiro sobre a ata que o Fed divulgará nos próximos dias insinuando se  mantém ou não a política de elevação dos juros em, 0,25 ponto.

Exuberância irracional
O início da Copa do Mundo detonou um processo acelerado de desinflacionamento dos ativos futebolísticos. Antes do Mundial apresentados a preços superfaturados, Fenômenos, Melhores do Mundo, Menino Prodígio Inglês, entre outros produtos da mitificação midiática, estão vendo suas cotações enfrentarem prolongado viés de baixa.

Cinco para cada
A partir deste sábado, os custos de todos os serviços realizados pelos cartórios do Rio de Janeiro sofrerão um reajuste de 5%, determinado por um convênio assinado há duas semanas pelo Tribunal de Justiça do Rio e a Defensoria Pública Estadual, que garantiu aquele percentual para a criação da Guia de Recolhimento de Receita do Fundo Especial da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (Fundperj). A facada no bolso do consumidor pode ser maior: lei de março deste ano estabelece repasses de 5% também para o Fundo da Procuradoria do Estado.
A Associação dos Notários e Registradores do Rio de Janeiro tenta, através de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) impetrada no Supremo Tribunal Federal (STF), derrubar os repasses.

Corte limitado
As empresas distribuidoras de energia elétrica, água, gás e telefone não poderão cortar seus serviços em vésperas de fim de semana e feriado nas cidades onde não exista um serviço de plantão. É o que determina o Projeto de Lei 1.022-A/03, do deputado Glauco Lopes (PSDB), aprovado nesta quinta-feira na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj). Os cortes apenas serão permitidos nos casos de ligações clandestinas ou cumprimento de determinação judicial.
Ainda na Alerj, projeto do deputado Paulo Ramos (PDT), também aprovado, determina que o servidor público poderá escolher o banco em que deseja receber seu pagamento. Os dois projetos vão a sanção da governadora Rosinha Garotinho.

Prorrogadas
O Hospital Pró-Cardíaco prorrogou para 5 de julho o prazo para as inscrições de três cursos de pós-graduação: um deles destinado a enfermeiros, o segundo abrange toda a área de pesquisa clínica e o terceiro, geriatria clínica. As inscrições podem ser feitas na Rua General Polidoro, 192, Botafogo (RJ). Outras informações em www.procardiaco.com.br.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesce
Próximo artigoEvaporação

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Receita: brasileiros movimentaram R$ 127 bi em criptomoedas em 2020

O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Jonathan de Oliveira, disse, nesta quarta-feira em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara...

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.