32.4 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 23, 2021

Atraso da vacinação no Brasil prejudicará retomada econômica

A lentidão do governo brasileiro sobre o plano de destruição de uma vacina contra o Covid-19 pode ampliar os riscos para a recuperação da economia este ano. A afirmação é da agência de classificação de risco Moody’s.

A Moody’s espera que a economia do Brasil cresça 3,3% este ano, após uma contração esperada de 5,7% em 2020, com a maior parte da recuperação atribuída à base fraca de comparação e não a um processo autossustentável de retomada.

Conforme a agência, que fez nesta quarta-feira uma declaração à imprensa virtual abordando as perspectivas econômicas do Brasil, o governo brasileiro está sob pressão em meio ao “ritmo lento do lançamento de vacina no país”.

Segundo Samar Maziad, vice-presidente da Moody’s, a vacinação em todo o país limitará o escopo de medidas adicionais de distanciamento social e fechamento de negócios, apoiando assim a economia. “À medida que vemos atrasos, isso aumentará o risco negativo para a recuperação”, disse Maziad.

Também disse que o fim do auxílio emergencial pago a milhões de famílias no ano passado, no valor de quase R$ 300 bilhões, um dos programas de transferência de renda mais generosos do mundo como proporção do tamanho economia, pode desacelerar a recuperação e talvez fomentar a agitação social.

“A retirada da ajuda representa algum risco para a agitação social … (e) com o alto desemprego, há alguns riscos (para a economia). Mas não um risco elevado”, disse ela. “Os (principais) riscos continuam do lado fiscal”, acrecentou.

Leia mais:

Congresso define vacinação como prioridade contra pandemia

EUA: recuperação econômica depende de vacinação generalizada

 

Artigos Relacionados

Braskem: R$ 1 bi de energia renovável com a Casa dos Ventos

A petroquímica brasileira Braskem comunicou nessa sexta-feira aos seus acionistas e ao mercado que, em linha com a sua estratégia de ampliação do uso...

BTG Pactual levantou R$ 2,57 bi com oferta primária de units

O BTG Pactual precificou oferta primária subsequente de units a R$ 92,52 cada, levantando R$ 2,57 bilhões, de acordo com fato relevante postado na...

Eletromidia anuncia IPO para fevereiro

A Eletromidia, empresa de painéis de publicidade, tem possibilidade de levantar cerca de R$ 870 milhões em sua oferta inicial de ações (IPO), conforme...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.