Aumenta consumo de pornô por público feminino

Pesquisa divulgada pelo portal de pornografia Pornhub, o Brasil é o segundo país no mundo com a maior proporção de acessos de mulheres no site, atrás apenas das Filipinas. No relatório divulgado em 2019, mostra que elas foram responsáveis por 39% dos acessos.

Ooutra pesquisa realizada e divulgada pela revista Addictive Behaviors revela que, de 121 mulheres entrevistadas, 16% disseram assistir a conteúdos adultos mensalmente. Entre a mesma quantidade de homens, a porcentagem foi de 47%.

Em 2019, os produtos de sexshop geraram faturamento de R$ 14,1 milhões, cifra 55,5% maior que 2018. Durante o ano, foram realizadas 64,4 mil compras voltadas a essa categoria. O levantamento, divulgado no ano passado, foi feito pela empresa de inteligência de mercado Compre & Confiea.

Ainda segundo os dados do levantamento, os homens foram responsáveis por 65% das compras feitas durante o ano passado, enquanto o público feminino realizou 35% das compras. O estudo apontou que as mulheres registraram crescimento expressivo no volume de compras nos últimos anos, ainda pese sua participação ser menor do que a do público masculino nas compras desses itens. Em 2017, elas somavam apenas 26% dos pedidos realizados e, 2020, já estavam em 35%. Por faixa etária, é possível perceber que a maior parte das compras é feita por consumidores que têm entre 26 e 35 anos (34,3%). Em segundo lugar, estão os que têm até 25 anos (31,9%) e, em terceiro, aqueles com 36 a 50 anos (25,8%). Por último, os compradores com mais de 51 anos (8%).

Na divisão por regiões, o Sudeste lidera o volume de compras, com 66,9% dos pedidos. Logo depois, estão as regiões Sul e Nordeste, que aparecem com 13,1% e 10,1%, respectivamente. Por fim, Centro-Oeste é responsável por 7,3% das compras e o Norte fica em último, com 2,5%.

Leia mais:

Governo aumenta gasolina e diesel de novo

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Artigos Relacionados

Aprovada entrega do IRPF até 31 de julho

Prazo atual é 31 de maio. Texto segue para sanção de Bolsonaro.

Jornalista agora pode ser MEI

Senado tentou incluir corretor de imóveis, publicitários e produtores culturais no projeto.

STF decide julgar no plenário a anulação de sentença de Lula

Julgamento prossegue nesta quinta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Jornalista agora pode ser MEI

Senado tentou incluir corretor de imóveis, publicitários e produtores culturais no projeto.

STF determina reintegração de excluídos do Bolsa Família

Ministro Marco Aurélio avaliou que Governo Federal estava descumprindo determinação.

Preços dos medicamentos voltam a subir em março

Segundo levantamento, resultado reflete agravamento da pandemia, colapso das unidades de saúde e depreciação cambial.

Planos devem autorizar exame de Covid de forma imediata

Antes da determinação da ANS, os planos podiam demorar até três dias úteis para garantir o atendimento ao pedido.

Cresce demanda árabe por café verde e solúvel do Brasil

No primeiro trimestre deste ano, país exportou 37% mais café à região; além dos grãos verdes, crus, países têm demandado mais produto solúvel.