Aumento do preço do aço compromete indústria

Para associação de fabricantes de implementos rodoviários, reajuste é inoportuno em face da crise e prejudica retomada de negócios.

A indústria de implementos rodoviários entende que o aumento no preço do aço vai prejudicar diretamente o setor.

“O aço teve aumento superior a 86% em 2020 e a maior parte desse custo não foi repassado ao cliente final”, diz Norberto Fabris, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir).

Para ele, “o país está saindo do quarto ano de crise e não tem cabimento aumentar preço de matéria-prima. Isso vai quebrar o ritmo de recuperação e vamos retroceder”.

Fabris alerta que o reajuste é inoportuno.

“O aço tem uma participação na produção de nossos produtos de até 70%. Não temos condições de absorver esse custo e seremos diretamente prejudicados”, alerta o executivo.

A indústria de implementos rodoviários opera com carteira de cobrança não indexada, ou seja, os valores são fixos. Indexar a carteira é uma prática onde quem vende protege seus ganhos contra eventuais flutuações de mercado, como reajustes de matérias-primas, repassando ao cliente esse custo.

“Como não dá para repassar aos clientes, os aumentos serão absorvidos pelos fabricantes o que em termos práticos quer dizer que o reajuste vai prejudicar à saúde financeira das empresas” explica.

O presidente da Anfir explica que durante os quatro anos de crise – três de retração na atividade econômica e um causado pela pandemia – as empresas do setor tiveram que absorver parte desse custo, reduzindo suas margens por produto.

“Reajustar valores nesse momento vai provocar parada forte no mercado porque os clientes não têm condições de pagar por esse aumento” diz.

O efeito negativo não ficará restrito a indústria.

“A situação do transportador também é complicada porque o valor do frete está estagnado o que impede o repasse de eventuais aumentos aos clientes. Portanto, essa conta será dividida entre fabricantes e transportadores que poderão ser financeiramente prejudicados”, avalia.

“Nesses quatro anos a indústria teve que fazer inúmeros sacrifícios para se manter competitiva e atuante. Nossa constante preocupação é com o preço final do produto e o aumento do aço poderá acarretar em aumento significativo. O reajuste inoportuno é a pior notícia que poderíamos receber em meio a recuperação”, afirma.

Leia mais:

Ipea aponta recuo da inflação para as famílias de menor renda

Rio: 67% das indústrias estão com dificuldade em comprar matéria-prima

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mercado já espera inflação superior a 8%

O mercado financeiro subiu, pela 24ª vez consecutiva, a estimativa de inflação oficial do país para este ano medida pelo Índice de Preços ao...

Saúde e Educação são os que mais perderam recursos no Orçamento

Quase 200 investimentos perderão R$ 10 bilhões.

Importações sobem 60% e derrubam superávit

No ano, saldo é de US$ 54,52 bilhões, alta de 40%.

Últimas Notícias

Produção de cerveja retoma ao patamar de 2014: 14,1 bi de litros

Número de brasileiros que apreciaram uma cerveja em casa saltou para 68,6% em 2020, ante os 64,6% de 2019, de acordo com a Kantar.

Bem Brasil Alimentos acelera exportações de batatas pré-fritas

Indústria mineira realizou embarques para Bolívia, Uruguai e Estados Unidos e projeta quadruplicar o volume de vendas em 2021.

Vale cancela ações em tesouraria sem reduzir o valor do capital social

O Conselho de Administração da mineradora Vale aprovou o cancelamento de 152.016.372 ações ordinárias de emissão da companhia adquiridas em programas de recompra anteriores...

Eve: Aeronaves elétricas de emissão zero de carbono

A Eve Urban Air Mobility, da Embraer, e a francesa Helipass, plataforma de reserva de voo em helicópteros para turismo e mobilidade aérea, anunciaram...

Petrobras terá arquivos nas nuvens

A Petrobras inaugurou, na última sexta-feira (17), o Centro de Competência em Computação em Nuvem (CCC), que vai direcionar e acelerar a estratégia de...