Ausência de precisão

Comentário de um dirigente nigeriano que investiga o tema dos paraísos fiscais, reproduzido no blog do cientista político Emir Sader (www.agenciacartamaior.com.br/templates/blogMostrar.cfm?blog_id=1&alterarHomeAtual=1): “É irônico que a Transparência Internacional, situada na Europa, não pense em considerar a Suíça como a primeira ou a segunda nação corrupta do mundo, por ter abrigado, encorajado e incitado todos os ladrões dos tesouros públicos do mundo a colocar seu botim sob salvaguarda em suas asquerosas caixas fortes.”

Assimetrias venezuelanas
No mesmo blog, Sader lembra que, das 709 rádios existentes na Venezuela, 706 pertencem a empresas privadas e três a entidades estatais. E que, antes da não-renovação da concessão da RCTV, dos 81 canais de televisão daquele país, dois eram estatais, contra 79 privados.

Arsenal
Nos últimos anos – especialmente antes do plebiscito sobre desarmamento – os brasileiros foram bombardeados por pseudopesquisas que tentavam mostrar que as armas nas mãos dos bandidos eram, em sua quase totalidade, armas legais roubadas de cidadãos honestos. Foi preciso vir de fora a prova de que tudo não passava de balela, como aliás indicava o bom senso.
Uma investigação do governo dos Estados Unidos rastreou a origem de quase 3 mil armas encontradas nas mãos de criminosos no Brasil, como fuzis AR15, pistola 9 milímetros e outras cuja venda é proibida no Brasil. Todas compradas nos Estados Unidos. Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, que investigou o caminho das armas apreendidas com bandidos no Brasil entre 1998 e 2003, parte é de fabricação norte-americana; outro tanto foi importado de Europa, Israel e também do Brasil por revendedoras norte-americanas.

Homenagem
Saturnino Braga, ex-senador e ex-prefeito do Rio, recebe nesta quinta, às 18h30m, o título de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro, por iniciativa da deputada estadual Inês Pandeló (PT). A entrega do título será na Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos (Rua do Russel 1, na Glória), junto com o lançamento do livro Mudança de época, escrito por Saturnino, que fará palestra sobre “Os três estágios da nação brasileira”.
Saturnino, que saiu por baixo da Prefeitura carioca, após ter sua gestão boicotada pelos vereadores ligados a Marcello Alencar, deu a volta por cima, se elegendo senador em 1998, com a grande mobilização popular para superar Roberto Campos, que sonhava com a cadeira.

União
Convênio assinado entre as chancelarias do Brasil e do México irá permitir que brasileiros em trânsito por países nos quais não haja embaixada brasileira possam recorrer à mexicana, e vice-versa, para regularização de documentos.

Questão de feriado
Quem tentou embarcar para São Luís no vôo1825 da Gol, na noite de sexta-feira passada, passou por uma provação extra, além do calvário de quatro horas e meia de espera imposta aos demais passageiros. Após três horas de atraso, um funcionário da empresa informou aos que se dirigiam à capital maranhense que seriam obrigados a fazer uma escolha de Sofia. Devido à longa demora para a decolagem do Galeão, a conexão para aquela cidade fora cancelada, o que obrigaria quem embarcasse a pernoitar em Fortaleza. No entanto, como a Gol só teria conseguido dez vagas em hotéis da capital cearense, os outros 42 passageiros com o mesmo destino teriam duas opções: só embarcar na manhã de sábado ou seguir para a Fortaleza sem direito a hospedagem. O mais constrangedor, porém, foi a alegação da empresa para o escasso número de vagas oferecidas aos passageiros: é que, devido a um suposto feriado na cidade, os hotéis estariam lotados.

Calendário
Em tempo: além dos feriados nacionais, Fortaleza tem oficialmente três datas municipais: 19 de março (São José), 13 de abril (aniversário da cidade) e 15 de agosto (Nossa Senhora da Assunção, padroeira da cidade). Nenhum deles cai em 16 de junho, feriado, aparentemente, apenas no calendário da Gol.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNo chão
Próximo artigoVelho Chico

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

AstraZeneca continuará a aumentar o investimento na China

AstraZeneca, a gigante farmacêutica britânica, está otimista sobre as perspectivas econômicas e o crescimento do setor de saúde chinês, e continuará a aumentar seu investimento na China, disse Leon Wang, vice-presidente executivo da AstraZeneca, informou o Chinanews.com nesta quarta-feira.

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.

Exterior cauteloso pode prejudicar negócios locais

Índices futuros acionários em Nova Iorque operam em queda significante: temores relacionados a uma possível recessão nos EUA.