26.2 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 22, 2021

Auto-exclusão

Ao abraçar o mote “Ladrão, não mais”, o ex-presidente FH, com a autoridade de quem autorizou privatizações “no limite da irresponsabilidade” e o uso do próprio cargo de chefe de Executivo, promovido à condição de “bomba atômica”, pode ter criado um poderoso paradigma, no campo moral, para o lançamento do candidato da terceira via.

Populismo
“Quando se chama Lula e Chávez de populista, e suas políticas econômicas são tão completamente distintas, eu me pergunto: o que é populismo?” indaga o cientista social Demétrio Magnoli, pesquisador do Núcleo de Apoio à Pesquisa sobre Democratização e Desenvolvimento (Nadd), ligado à USP.
“Não acho que qualquer desses governos da América Latina seja populista. O conceito de populismo foi desenvolvido dentro de um quadro histórico que já desapareceu. O que se está procurando é aplicar indiscriminadamente essa palavra a todo governante que retórica ou realmente se posicione contra as políticas ultraliberais da década de 90. O fato de Lula fazer programas sociais que na verdade são programas de clientela não o torna populista”, afirma Magnoli, que militou, ao lado do hoje ministro da Fazenda, Antônio Palocci, na corrente Liberdade e Luta (Libelu), nos anos 70 e 80.

Guerra de ciúmes
Continua pegando fogo a briga velada entre BNDES e Finep. Tudo teria começado porque a entidade financiadora de pesquisa lançou recentemente um programa de capital semente sem incluir o banco; pessoal do BNDES teria participado das discussões iniciais desse programa, da qual resultou o Criatec em 2004, que não deslanchou até hoje. Em represália, o banco planeja financiar todo o ciclo de criação das empresas, desde o desenvolvimento de protótipos até a fabricação de novos produtos e comercialização – tarefas que a Finep acredita caberem à financiadora, já que sua missão é “promover e financiar a inovação e a pesquisa científica e tecnológica do país”. Fala-se até de uma conversa do ministro da Ciência e Tecnologia com o presidente Lula.

Litoral
Imóveis para alugar com diárias entre R$ 65 e R$ 406 estão à disposição de quem pretende viajar para o litoral paulista no Carnaval. Pesquisa feita pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP) mostra pouca diferença entre casa e apartamento no valor do aluguel na região.

Nova chance
Foram prorrogadas até 7 de fevereiro as inscrições para concorrer ao Prêmio Mulher Empreendedora, do Sebrae. Além disso, com a entrada em vigor da Lei 11.196, originada da chamada MP do Bem, aumenta o número de empresas que vão poder se inscrever. É que para concorrer as empreendedoras devem atender ao critério “faturamento”, que define o tamanho da empresa. No Estatuto da Microempresa de 1999, o critério adotado estabelecia que a microempresa tivesse receita bruta anual igual ou inferior a R$ 244 mil e a empresa de pequeno porte, receita bruta anual até R$ 1,2 milhão. Esses valores aumentaram para R$ 433 mil e R$ 2,4 milhões, respectivamente.
A premiação tem como objetivo divulgar ações empreendedoras gerenciadas por mulheres ou grupos de mulheres, que sirvam como exemplos de sucesso para quem deseja abrir seu próprio negócio. As inscrições podem ser feitas no site www.sebrae.com.br

Global
A Associação ECR Brasil tornou-se membro do ECR Europa. De acordo com o superintendente da associação brasileira, Claudio Czapski, como membros da entidade européia, as empresas locais passam a ter acesso privilegiado ao que há de mais avançado em termos de gestão empresarial no mundo. Em relação à utilização dos conceitos ECR no Brasil, ele considera que “o país está bem avançado, quase no mesmo patamar dos Estados Unidos e da Europa”.

Nova teoria
Com um superávit primário cavalar, economistas neoliberais e seus divulgadores na grande imprensa inventaram um novo termo para justificar os juros elevados: dizem que a culpa é das contas públicas “mal arrumadas”. Esta coluna ajuda a explicar tão complexo termo: é o sucedâneo do “Estado mínimo”, que caiu em desuso após fracassar em todo o canto do mundo no qual foi aplicado, e cujo objetivo é cortar verbas de saúde, educação etc. para não faltar dinheiro para os rentistas.

Artigo anteriorPenúria
Próximo artigoPés de barro
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.

EUA: expectativa por novos estímulos fiscais traz bom humor

Futuros dos índices de NY estão subindo, mesmo após terem atingidos novos recordes históricos no fechamento do pregão anterior.

Ajustando as expectativas

Bovespa andou na quarta-feira na contramão dos principais mercados da Europa e também dos EUA.

Sudeste produz 87,5% dos cafés do Brasil em 2020

Com mais de 55 milhões de sacas a região é a principal responsável pela maior safra brasileira da história.

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.