Avianca Brasil diz que primeiro A320Neo será entregue em 10 de outubro

Empresas, Mercado Financeiro / 15:21 - 21 de set de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Avianca Brasil afirmou nesta quarta-feira que a primeira aeronave Airbus A320Neo a ser incorporada na frota da companhia será entregue em 10 de outubro, dentro do plano estratégico da empresa, que prevê ainda a entrega de mais um avião do mesmo modelo até o fim do ano. De acordo com o presidente do conselho de administração da companhia aérea, José Efromovich, a Avianca Brasil é a primeira empresa do setor a operar A320neo na América do Sul. Em julho, a Synergy Aerospace Corporation, maior acionista do grupo Avianca, anunciou acordo com a Airbus para compra de 62 aviões A320neo, em uma transação avaliada em cerca de US$ 6,7 bilhões segundo preços de tabela do avião. A informação sobre a chegada da aeronave foi dada em coletiva à imprensa nesta quarta-feira em que a Avianca Brasil anunciou que passará a oferecer acesso à internet em seus aviões, em serviço realizado em parceria com a Global Eagle Entertainment (Gee).   Internet a bordo   De acordo com a companhia, a Avianca é a primeira aérea da América do Sul com internet a bordo. O Airbus 320, que nesta manhã já operava com o sistema no voo 6200, entre Rio de Janeiro e Salvador, é a primeira de cinco aeronaves com a tecnologia que a empresa promete disponibilizar até o final de outubro. Efromovich cravou que 2016 passa a ser o ano da consolidação dos processos de renovação da empresa. “O Brasil tem hoje efetivamente internet conectada em um avião, funcionando plenamente e permitindo que o passageiro tenha acesso à rede.” De acordo com o executivo, foram investidos US$ 25 milhões na primeira fase de implementação da tecnologia, que deve acabar no fim de 2017 com 80% da frota da Avianca Brasil ofertando internet a bordo a seus passageiros. No entanto, o projeto deverá perdurar por mais tempo. Os executivos explicaram que o processo de implantação da tecnologia não termina em 2017, “seja pela chegada de novas aeronaves, seja por novas parcerias e tecnologias”, comentou o presidente da Avianca Brasil, Frederico Pedreira. Pedreira explicou que a Avianca irá dar prioridade às rotas mais longas, pois é nelas que se faz mais necessário o uso dessas tecnologias. “A320 com a tecnologia de acesso à internet a bordo não ficará amarrado exclusivamente a uma rota.” Ao longo dos três primeiros meses, para entender o uso do passageiro, como explicou Efromovich, a aérea irá oferecer o serviço como degustação, sem cobrança alguma de taxas. Após esse período, a Avianca irá definir as formas de taxação. “Queremos que os passageiros se conectem com o produto, por isso o preço será atrativo”, disse Pedreira. José Efromovich explicou que o acesso será dividido por categorias, com planos de dados diferentes, sempre cobrados por meio de cartão de crédito. O presidente global da Gee, Abel Avellan, afirmou que “nosso sonho é que o passageiro tenha a mesma capacidade de conectividade que tem em casa durante o voo”. Durante sua apresentação, Avellan mostrou que o sistema instalado tem capacidade para suportar o acesso à internet, TV ao vivo, filmes, jogos e redes sociais. Porém, como explicou Efromovich, “nessa primeira fase não haverá serviços como o Netflix, ficará restrito ao conteúdo do hardware, com acesso a páginas web e redes sociais. Esse é um programa de dez anos, isso ainda vai evoluir para esse próximo estágio”. O projeto para a instalação do sistema de hardwares que permitem o acesso à internet durante os voos da Avianca se iniciou em dezembro de 2014. A aeronave teve a antena instalada em junho de 2016 e ficou aguardando a autorização final da Anac, que ocorreu no último dia 18.   Demanda   A companhia aérea Avianca Brasil não está observando sinais claros de recuperação na demanda por voos domésticos para o final do ano, afirmou nesta quarta-feira o presidente-executivo da empresa, Frederico Pedreira. "Daqui para frente no ano o que eu posso dizer é que há primeiros sinais, não de retomada, mas que parece que pelo menos o mercado deixou de cair como estava caindo", afirmou o executivo durante evento da empresa. "Neste momento nós não estamos ainda vendo sinais claros de retomada", acrescentou. Dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) mostraram que no acumulado do ano até julho, a demanda por voos domésticos caiu 6,63% sobre igual período de 2015, enquanto a oferta teve retração de 6,22%. No final de julho, a Avianca respondeu por 11,06% dos voos domésticos, também conforme os dados da Abear. Pedreira disse que é cedo para falar em recuperação do yield, indicador de preços de passagens, conforme o setor ainda vive um ano muito complicado, afetado pelo ambiente econômico desfavorável, e afirmou que aguarda dados sobre comportamento em setembro e outubro antes de fazer previsões para o fim do ano. No evento, para anunciar que passará a oferecer acesso à internet em seus aviões, a Avianca Brasil também informou que a primeira aeronave Airbus A320Neo a ser incorporada à sua frota será entregue no próximo mês.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor