B3 e dois executivos pagarão R$ 7 mi à CVM para encerrar investigação

Bolsa acusada de deixar de verificar, durante quase 6 anos, grau de concentração.

Mercado Financeiro / 21:41 - 15 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A B3, companhia que detém a Bolsa de São Paulo, apresentou proposta para encerrar investigação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por deixar de verificar diariamente, no período de maio de 2013 a janeiro de 2019, o grau de concentração no mercado de derivativos e de empréstimos de ativos por ela administrados e por deixar de aplicar as medidas de desconcentração previstas em seu regulamento.

Pela proposta, a B3 pagará R$ 6,3 milhões. A CVM aceitou o acordo. Também participaram Cícero Augusto Vieira Neto (vice-presidente de Operações, Clearing e Depositária da B3) e André Monteiro D’Almeida Monteiro (diretor de Administração de Riscos da B3). Cada um pagará R$ 350 mil.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor