Bahia e Sergipe exercerão direito de preferência em relação à Gaspetro

Privatização pode levar a monopólio de 2/3 do gás canalizado do país.

Os governos da Bahia e de Sergipe manifestaram o interesse de exercer o direito de preferência na compra das ações das distribuidoras de gás dos quais são sócios junto com a Gaspetro e a japonesa Mitsui. A Petrobras possui 51% das ações da Gaspetro que, por sua vez, tem participação em 19 companhias de gás.

A Petrobras anunciou em 28 de julho que assinou acordo com a Compass, do grupo Cosan, para venda de sua participação na Gaspetro por R$ 2,03 bilhões. A estatal deu 30 dias para que os estados do Nordeste decidam se vão exercer seu direito de preferência.

O Secretário da Infraestrutura da Bahia e presidente do Conselho de Administração da Bahiagás, Marcus Cavalcanti, disse que exercerá o direito. O governo baiano é majoritário, com 51% das ações; Gaspetro e Mitsui têm 24,5% cada.

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) questionou a venda por dois motivos: primeiro, porque vai promover a concentração do mercado nas mãos de uma empresa, que ficará responsável por dois terços de todo o gás natural movimentado e comercializado por companhias de gás canalizado no país.

O segundo motivo é o valor da transação. Segundo o senador, analistas acreditam que deveria ser o dobro, porque está havendo transferência de controle.

“Não se vende empresas dessa forma, subavaliada. Não se pode permitir que um negócio incentivado pelo governo gere um monopólio privado”, disse à Agência Senado.

Leia também:

Dívidas de precatórios da União chega a R$ 90 bi em 2022

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Com nova alta, preço da gasolina já está 30% mais caro

Combustível é vendido a R$ 6,237 nos primeiros dias do mês; já consumo de biocombustíveis aumentará até 8% nesse ano.

SP: alimentação puxa alta no preço da cesta básica

Segunda prévia do IGP-M variou negativamente em relação à segunda prévia do período anterior, mas avança ante a última divulgação.

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.

Últimas Notícias

Com nova alta, preço da gasolina já está 30% mais caro

Combustível é vendido a R$ 6,237 nos primeiros dias do mês; já consumo de biocombustíveis aumentará até 8% nesse ano.

Cautela pré-Fomc pesa sobre Bolsas no globo

Em dia de vencimento de opções, NY fechou em baixa, com o retorno das incertezas sobre o ritmo de retomada econômica.

A desigualdade entre os ‘iguais’

Por Rafael Luciano de Mello.

SP: alimentação puxa alta no preço da cesta básica

Segunda prévia do IGP-M variou negativamente em relação à segunda prévia do período anterior, mas avança ante a última divulgação.