Baidu quer ampliar IA em sua estrutura

Se posicionar como uma companhia de plataforma de IA que capacita a indústria.

Mercado Financeiro / 01:38 - 11 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O gigante chinês de internet Baidu pretende cultivar 5 milhões de profissionais de inteligência artificial (IA) em cinco anos, pois se posiciona como uma companhia de plataforma de IA que capacita a indústria, anunciou Robin Li, presidente e CEO da empresa.

Discursando na Conferência Mundial de Inteligência Artificial 2020, inaugurada na quinta-feira em Xangai, Li disse que a nova infraestrutura com IA como núcleo deve melhorar bastante a eficiência em áreas como transporte e energia, e estimular o crescimento econômico.

Ele estimou que a infraestrutura inteligente baseada na cooperação veículo-infraestrutura deve melhorar a eficiência do tráfego em 15% a 30%, trazendo assim um crescimento econômico absoluto de 2,4 a 4,8%.

De acordo com Li, o gigante chinês de busca fez do desenvolvimento de IA e construção de plataformas IA uma estratégia há uma década e, nos últimos anos, está se empenhando na condução autônoma e no transporte inteligente.

O Baidu relatou um lucro líquido não-GAAP de 3,1 bilhões de yuans (US$ 442 milhões) no primeiro trimestre de 2020, um salto de 219% ano a ano, apesar do impacto da epidemia da Covid-19.

 

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor