Baixa

O apoio da CUT a políticas que combatia até passado recente continua a causar baixas na central sindical, identificada com o PT. Dessa vez, foi a vez de os servidores da seguridade social (saúde, trabalho e Previdência Social) do Rio Janeiro aprovarem, em plebiscito, a desfiliação do Sindsprev-RJ da CUT. O resultado deixou claro a insatisfação da categoria com a central. Dos 7.648 de votantes, 6.791 (88,7%) optaram pela desfiliação e apenas 782 (10,2%) foram contra. Houve ainda 31 votos nulos e 44 em branco. Ainda faltam apurar duas urnas, a do Hospital dos Servidores e a da Regional Noroeste, cujo número de votos, porém, não vai alterar o resultado final.

Derreter a maquiagem
A descoberta do óbvio, de que o índice de matrículas nas escolas do país estavam inflados, deveria causar indignação, porém, não espanto. Somente o compartilhar da adoração dos tucanos a estatísticas estéreis levaria à crença de que os 97% anunciados não pudessem ocultar a gigantesca evasão escolar com a qual se esbarra cotidianamente nas ruas das grandes cidades. A desinflada no número de matriculados também terá implicações no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O número de crianças matriculadas – declarado pelos próprios governos – foi a principal razão da melhora residual do Brasil no ranking e que tornou a posição do país menos vergonhosa.

Prosperidade
“Estratégias para Crise e Prosperidade” é o tema de palestra que Marcelo Henriques de Brito fará dia 26, às 19h, no Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ). Brito falará sobre temas abordados em seu livro Crise e Prosperidade Comercial, Financeira e Política. A palestra é gratuita, mas a presença deve ser confirmada pelos telefones (21) 2567-3341 ou (21) 2569-0044 (ramal 73) ou através do e-mail [email protected]

Garotinho x Dirceu
O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho garante que irá interpelar na Justiça o ex-ministro José Dirceu. O pré-candidato do PMDB à Presidência da República desafia Dirceu a provar as acusações que fez a respeito de gastos na campanha das prévias que indicaram Garotinho como candidato do partido, caso a convenção decida pela candidatura própria. Em nota divulgada nesta terça-feira, o ex-governador chama José Dirceu de “chefe do mensalão”. “O senhor José Dirceu perdeu mais chance de ficar calado, no ostracismo que a Nação o colocou, após ser cassado por tantos escândalos e maracutaias quando de seu curto período de poder”, disparou Garotinho. “O desafio publicamente a provar o que disse.”

Nota dez
Trinta instituições, públicas e privadas, receberão nesta quinta o Certificado de Acessibilidade Nota 10. O selo é dado pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) a organizações e companhias que facilitam o acesso ao portador de deficiência em seus estabelecimentos, explica a presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência da Alerj, Georgette Vidor (PPS).

No páreo
O livro Dinheiro Sujo da Corrupção (Geração Editorial, ), do jornalista Rui Martins, colunista da agência de notícias BR Press, é candidato ao Prêmio Jabuti na categoria livro-reportagem. Ex-correspondente europeu da CBN, o jornalista detonou, no plano internacional, o caso Paulo Maluf, denunciado pelo Citibank de Genebra por força de uma nova lei suíça contra lavagem de dinheiro.

Violência e desigualdade
A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) vai investir R$ 6 milhões em pesquisas voltadas para dois temas: violência urbana e democracia e desigualdade social. As instituições interessadas em participar da seleção têm até os dias 25 e 26 de maio para enviarem as propostas eletrônica e impressa, respectivamente. Para isso, devem preencher formulário que estará disponível no Portal Finep (www.finep.gov.br) a partir do próximo dia 10. É bom lembrar que só serão aceitos projetos no valor mínimo de R$ 300 mil e máximo de R$ 600 mil.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorExposição
Próximo artigoLigação direta

Artigos Relacionados

Estaleiros darão a volta por cima

Indústria naval brasileira sofre com política do Governo Bolsonaro.

‘Empreendedores’ fecham suas empresas

Aumentou 35% número de negócios fechados em 2021.

Por que mexer no ICMS e manter dividendos elevados?

Acionistas ganham em dividendos tanto quanto toda a população perderia com corte no imposto.

Últimas Notícias

Clorin ganha destaque nos lares e empresas brasileiras

A empresa amplia distribuição da marca Milton no Brasil.

Tokenização: conceitos e casos de uso dessa tecnologia

BC e CVM acompanharão ao longo deste ano as operações dos projetos aprovados nos respectivos sandboxes regulatórios

Sim Pro Samba homenageia Lula Gigante

O Sim Pro Samba começa às 18h30, na Praça dos Professores. Gratuito!

Solução para o investidor no cálculo e declaração do IR

Usufruir de serviços automatizados para o cálculo e o pagamento de DARFs,

CVM divulga estudo sobre ESG e o mercado de capitais

Relação entre o mercado de capitais e o tema sustentabilidade,