Balcão

A defesa da política econômica – incluindo a conservadora queda de juros em 1,5 pontos percentuais – feita pelo presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), Marcílio Marques Moreira, foi criticada pelo presidente da Sociedade dos Amigos e Adjacências da Rua da Alfândega (Saara), Ênio Bittencourt. “O presidente da ACRJ é um homem teórico. Não entende nada da prática do comércio. Só quem vive o dia-a-dia pode falar. Os juros, principalmente os juros bancários, estão um absurdo e as vendas não melhoram. Pelo contrário, estão caindo a cada mês. Não precisa ser nenhum economista para verificar isso”, comentou.

Parte dos lucros
Os bancários querem 21,58% de reajuste, resíduo inflacionário e produtividade calculados pelo Dieese, 25% do lucro bruto como Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Essas são as principais propostas da categoria na campanha salarial deste ano, cuja data-base é 1 de setembro. Hoje os bancários entregam à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em São Paulo, a Minuta Mínima Unificada – que valerá também para os trabalhadores do Banco do Brasil, Caixa, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia. O presidente da Confederação Nacional dos Bancários (CNB/CUT), Vagner Freitas, espera uma campanha vitoriosa este ano: “Com a unificação das mesas de negociação, nós teremos mais 140 mil bancários nesta campanha.”

Sem-armas
Projeto de lei do governo, que será enviado à Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) quando terminar o recesso, no dia 4 de agosto, pretende fixar em 150% a alíquota de ICMS para a venda de armas de fogo no estado. A medida, segundo a governadora Rosinha Garotinho, visa coibir a venda de armas no estado.

Plantando empregos
Dezesseis mil empregos diretos já foram criados após a implantação do Frutificar, programa do Governo do Estado do Rio de Janeiro que incentiva cultivo de lavouras de frutas irrigadas. Até agora foram plantados 4 mil hectares e a Secretaria estadual de Agricultura espera atingir 10 mil hectares em quatro anos. O programa será estendido a Cachoeiras de Macacu, na região das Baixadas Litorâneas, município que possui cerca de 2 mil propriedades rurais e é o maior produtor fluminense de goiabas. Com juros de 2% ao ano, sem correção monetária, avalista e hipoteca da terra, além de oito anos de prazo para pagamento e carência de até dois anos, o Frutificar ainda permite que os agricultores só comecem a pagar a prestação do empréstimo após colher a primeira safra.

McFirjan
A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) aderiu à campanha Mc Dia Feliz que mobiliza o país para ajudar as crianças com câncer. A federação vai apadrinhar a lanchonete do McDonald”s localizada no segundo piso do Barra Shopping. Serão diversas atrações, no dia 16 de agosto, com animadores, palhaços e contadores de histórias. Toda a renda arrecadada com a venda do Big Mac, carro-chefe da rede norte-americana, será revertida para a Casa Ronald McDonald, que apóia o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Inovação
A política de Ciência e Tencologia do governo Lula será o tema da palestra que o ministro Roberto Amaral faz amanhã na Câmara de Comércio Americano (Amcham-Rio), no tradicional almoço do presidente. Amaral apresentará as novidades que vem adotando para que os empresários tenham melhores meios para investir em inovação. A Amcham fica na Av. Rio Branco, 125/21° andar.

Ampla
A Associação dos Pilotos da Varig expõe hoje para os membros do Conselho de Transporte da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) seu Plano de Reestruturação Ampla para a companhia aérea. A proposta, que será apresentada pelo presidente da Apvar, Marcelo Coelho Branco, passa longe da fusão com a TAM e expô-la na ACRJ não deixa de ser uma vitória dos pilotos na busca por apoio. Será às 16h., na Rua da Candelaria 9/ 12° andar (auditório).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstagnado
Próximo artigoCusto menor

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Marca chinesa de automóveis de luxo Hongqi abre 1º showroom em Israel

A concessionária de carros israelense Samelet Group abriu nesta terça-feira o primeiro showroom da marca chinesa de limusines Hongqi na cidade de Tel Aviv, no centro de Israel.

AstraZeneca continuará a aumentar o investimento na China

AstraZeneca, a gigante farmacêutica britânica, está otimista sobre as perspectivas econômicas e o crescimento do setor de saúde chinês, e continuará a aumentar seu investimento na China, disse Leon Wang, vice-presidente executivo da AstraZeneca, informou o Chinanews.com nesta quarta-feira.

Setor de energia é um dos alvos preferidos de hackers

Mais de 60% de todos os ataques foram de phishing; organizações criminosas de hackers são ameaça às infraestruturas críticas do Brasil.

Países árabes planejam expansão de energia limpa

Omã, Marrocos, Argélia e Kuwait estão entre os que têm planos mais ambiciosos.

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.