Baleia Rossi será o candidato de oposição a Bolsonaro

O deputado Baleia Rossi (MDB-SP) será candidato à Presidência da Câmara dos Deputados, com apoio do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e de um bloco de 11 partidos, um arco de alianças que vai da centro-esquerda à “direita que come de garfo e faca”, como classifica o cientista político Eduardo Beniacar.

Integram esse bloco para disputa da Mesa Diretora: PT, DEM, PDT, PSB, MDB, Cidadania, Rede, PV, PCdoB, PSDB e PSL. Ao todo, 269 deputados compõem o grupo.

“Vamos buscar unificar mais o nosso bloco para ter condições de eleger o presidente e garantir a independência da Câmara e um novo ciclo”, declarou Rodrigo Maia à Agência Câmara. A eleição ocorrerá no começo de fevereiro.

“Como dizia Ulysses Guimarães, tenho ódio e nojo das ditaduras. E o que nos une, neste momento, é a defesa intransigente da nossa democracia, do nosso Estado democrático de direito, das nossas liberdades, do respeito às minorias. E, claro, em um bloco partidário com posições diferentes em relação a diversos temas, essa diferença nos fortalece e demonstra que, na democracia, uma das belezas é respeitar quem pensa diferente de você”, afirmou Rossi.

Também são candidatos o líder do PP, Arthur Lira (PP-AL), que tem apoio do Governo Bolsonaro, e Capitão Augusto (PL-SP), que tenta repetir o feito de Severino Cavalcanti (1930–2020), “azarão” que presidiu a Câmara de fevereiro a setembro de 2005 – renunciou sob acusações de corrupção.

Leia mais:

Maia ameaça votar 13º, recua e anuncia bloco com oposição

Maia defende cancelamento do recesso parlamentar de janeiro

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

TCE-SP acolhe pedido de escritório e suspende licitação da CPTM

Escritório de advocacia representa grupo europeu interessado na licitação, cujo nome não pode ainda ser revelado.

Sistemas de saúde público e privado perto de colapso

Ocupação de UTIs acima de 80% nas capitais; hospitais do interior também estão lotados.

Se aprovada como está, PEC Emergencial destruirá BNDES

Presidente da Associação dos Funcionários e recentemente eleito para o Conselho de Administração, Arthur Koblitz encaminhou carta a senadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.