Banco central da China anuncia corte da taxa de depósito compulsório

Cerca de 1,2 trilhão de yuans (188,4 bilhões de dólares) em fundos de longo prazo serão liberados devido a esse corte

Foto de arquivo mostra uma funcionária do banco checando cédulas de RMB em um banco em Lianyungang, província de Jiangsu, leste da China. (Xinhua / Si Wei)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 6 dez (Xinhua) — O banco central da China anunciou nesta segunda-feira que decidiu cortar o coeficiente de reservas obrigatórias (RRR) para instituições financeiras para apoiar o desenvolvimento da economia real e reduzir o custo geral do financiamento.

A proporção será reduzida em 0,5 ponto percentual, a partir de 15 de dezembro, exceto para as instituições financeiras que já implementam um RRR de 5%, revelou o Banco Popular da China (PBOC, sigla em inglês) em um comunicado.

Após a redução, o RRR médio ponderado para as instituições financeiras chinesas ficará em 8,4%.

Cerca de 1,2 trilhão de yuans (188,4 bilhões de dólares) em fundos de longo prazo serão liberados devido a esse corte.

Tomando isso como uma operação normal da política monetária do país, o Banco Popular da China disse que as instituições financeiras usarão parte dos recursos liberados para pagar as linhas de crédito de médio prazo vincendas, e o restante será usado a repor os fundos de longo prazo para melhor atender às necessidades do mercado entidades.

A redução também reduzirá os custos do fundo para instituições financeiras em cerca de 15 bilhões de yuans por ano, de acordo com os cálculos do PBOC.

Pode orientar as instituições financeiras a usar ativamente os fundos liberados para fortalecer o apoio à economia real, especialmente as empresas menores, e reduzir o custo de financiamento abrangente, disse o PBOC.

O banco central explicou que continuará a implementar uma política monetária prudente, priorizando a estabilidade e evitando estímulos “semelhantes a inundações”.

Esta medida também faz parte dos esforços para manter uma liquidez razoavelmente ampla, fortalecer os ajustes cíclicos e promover a consistência das macropolíticas para os anos de 2021 e 2022. Fim

Leia também:

Banco Central da China conduz 100 bilhões de yuans em recompra reversa

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China implementará tarifas da RCEP para mercadorias da Coréia

A partir de 1 de fevereiro, a China adotará a taxa tarifária prometida sob o acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), nas importações selecionadas da República da Coréia, conforme um comunicado divulgado pela Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado, nesta quinta-feira.

Produto estrela da BGI Genomics é exibido na Pavilhão da China

Os modelos do Huo-Yan Air Laboratory da BGI Genomics, produto estrela de laboratório móvel de teste nucléico da gigante chinesa, foram exibidos na Pavilhão da China da Expo 2020 de Dubai durante 11 a 13 de janeiro.

China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.