Barra pesada

Cerca de 32% das escolas brasileiras são palco de uso ou tráfico de drogas. A realidade aterradora é revelada pela pesquisa Retrato da Escola 2, que será divulgada amanhã pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em São Paulo. Pelo visto, a máxima “a escola é uma droga” nunca foi tão literal.

Escolinha
Um graduado quadro técnico do governo que municiou com informações o primeiro escalão tucano durante o racionamento revelou, numa festa no último fim de semana, seu alívio pela suspensão da medida. Segundo a fonte, que trocou o governo por um cargo de consultor privado, o grau de desinformação era total: “O Parente (Pedro, ministro do Apagão) não sabia nem o que era água”, sintetiza, acrescentando que tiveram de dar “aulas nos fins de semana, em Brasília, para o presidente e para os ministros”.

Estrangeiro
O Senado deve votar hoje, em primeiro turno, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 5, que altera as regras sobre propriedade dos meios de comunicação no Brasil, permitindo a entrada de empresas estrangeiras. Na Câmara dos Deputados, a PEC foi aprovada por  406 votos favoráveis no primeiro turno e 402 no segundo. As entidades do setor de comunicação – que englobam jornais, rádios e televisões – estão fazendo campanha aberta pela aprovação da emenda, tábua de salvação para algumas empresas que embarcaram na aventura do dólar barato e hoje estão afogadas em dívidas.

Defesa nacional
O pré-candidato da Frente Trabalhista (PPS, PTB e PDT) à Presidência da República, Ciro Gomes, será o primeiro presidenciável a participar de audiência pública da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. Ciro foi convidado pelo presidente da Comissão, deputado Aldo Rebelo (PCdoB), e vai falar hoje, às 14h30m, sobre Política Externa e Defesa Nacional do Brasil no Século XXI. A reunião será no Plenário III, do anexo II da Câmara dos Deputados. De acordo com Rebelo, a audiência pública é importante porque coloca no centro das discussões do processo sucessório a questão da defesa nacional.

Amanhã
Transformar meninos carentes em cidadãos, profissionalizando e educando para o mercado de trabalho. Este é o principal objetivo do projeto “Engraxando hoje e brilhando amanhã”, que inaugurou ontem a quarta loja do projeto, na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro,  conforme disse ao MONITOR MERCANTIL o sócio diretor da Shine Foot e idealizador do programa, Giovan Ferreira da Silva Júnior.
O projeto conta com a parceria da 1ª Vara da Infância e Juventude e trabalha com meninos carentes com idades variando entre 16 e 18 anos. Todos os empregados têm carteira assinada, recebendo salário mínimo.
A Shine Foot atua há oito anos no mercado. “O projeto começou com três meninos carentes e hoje já conta com 12. Nosso objetivo é resgatar a dignidade dos jovens, oferecendo trabalho, além de tentar resgatar uma profissão que está sendo esquecida, que é a do engraxate”, comentou Ferreira, acrescentando que os investimentos necessários para se abrir uma loja giram em torno de R$ 15 mil.

Informal
Se provoca dor de cabeça no recém-empossado governo Benedita da Silva, a ocupação do Palácio Guanabara por professores em greve contribui para aquecer o mercado informal. Apesar dos parcos salários dos mestres, vários ambulantes instalaram carrocinhas e barracas diante da sede do governo. Se a ocupação durar um mês, a cidade pode ganhar um novo camelódromo.

Inelasticidade
Nada como um pedido de CPI da Privatização das Teles para valer para revelar a fronteira que separa os queixumes de PFL, Sarneys, ACM e que tais de oposição digna desse nome ao governo do presidente FH.

Artigo anteriorVoando
Próximo artigoLisura
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.