BB capta US$ 100 milhões em operação considerada inédita

Negócio foi com o banco francês Natixis Corporate & Investment Banking

140
Banco do Brasil, BB
Banco do Brasil (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

O Banco do Brasil estabeleceu um novo marco no setor financeiro global neste mês de maio com a conclusão de uma operação sustentável de captação internacional denominada “Triple Sustainable Repo” no valor de US$ 100 milhões. Segundo o banco público, a operação inaugura a atuação da instituição sob o novo Framework de Dívidas Vinculadas à Sustentabilidade e enfatiza o papel significativo do Brasil no cenário de finanças sustentáveis globais.

O negócio envolveu o banco de investimento francês Natixis Corporate & Investment Banking (Natixis CIB), como coordenador de sustentabilidade da operação, e é a primeira operação desse tipo no mundo, combinando três elementos sustentáveis em uma única transação.

Um destes elementos se refere ao uso dos recursos captados. Eles serão destinados ao refinanciamento da carteira de crédito sustentável do BB, com foco especial em projetos de moradia social, conforme estabelecido pelo Framework de Finanças Sustentáveis do BB.

José Ricardo Sasseron, vice-presidente de Negócios de Governo e Sustentabilidade Empresarial, declara que “captações como esta reforçam nossa atuação e permite disponibilizar mais recursos para nossos clientes. Essa precificação diferenciada a partir da transação inovadora destaca como a inclusão de critérios ASG pode mitigar riscos financeiros, sociais e climáticos, tornando os ativos ainda mais atrativos”.

Espaço Publicitáriocnseg

Daniel Bogado, head da Tesouraria Global do Banco do Brasil comenta que “Além do ineditismo e do custo atrativo, essa transação reforça a importância do Brasil para o mercado global de finanças sustentáveis, colocando o BB em destaque e liderança dessa agenda, com apoio de um parceiro internacional, como o banco Natixis CIB nesta oportunidade”, ressalta.

Outro elemento destacado é o compromisso público e com metas concretas do Banco do Brasil em ASG. Essas metas sustentáveis estão alinhadas ao Framework de Dívidas Vinculadas à Sustentabilidade, em que o BB se compromete a aumentar seus investimentos em negócios sustentáveis, visando atingir R$ 320 bilhões até o final de 2030 em negócios sustentáveis de alta adicionalidade social ou ambiental.

Atualmente, esses investimentos já atingiram o patamar de R$ 207 bilhões no fechamento de 2023.Por fim, o Título Público Sustentável emitido pelo Governo Brasileiro em novembro de 2023 é utilizado na operação como “colateral”, ou seja, como garantia que fortalece a segurança e o compromisso com práticas sustentáveis do BB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui