BB DTVM lança ETF de Agronegócio na B3

Primeiro voltado para o setor de agronegócio disponível no mercado doméstico

Aconteceu nesta terça-feira o toque de campainha que marcou o início da negociação do BB ETF Iagro-FFS B3 (ETF da BB DTVM empresa do Banco do Brasil), sob o ticker AGRI11. Destinado a todos os investidores, o AGRI11 será o primeiro ETF voltado para o setor de agronegócio disponível no mercado doméstico, com taxa de administração de 0,35% a.a.

A BB DTVM é especializada em fundos de investimento e carteiras administradas. De acordo com ranking da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), em novembro de 2021 a BB DTVM tinha patrimônio superior a R$ 1,4 trilhão.

Com gestão da BB DTVM, o novo fundo de índice investe na cesta de ativos que integram o IAGRO FFS-B3, indicador lançado pela bolsa do Brasil em 16 de maio. Ele é composto por 32 papéis de companhias listadas que foram categorizadas como Agronegócio pela recente classificação setorial da B3, que abarca todos os setores diretos e indiretos dessa atividade: setor primário, insumos, agroindústria e agrosserviços.

Crescimento do agronegócio

“Nós nos esforçamos para escutar as demandas dos nossos clientes e responder de forma ágil. Com a criação do Iagro B3 e agora a listagem do primeiro ETF atrelado a ele, a B3 toma mais uma iniciativa para impulsionar o agronegócio, conectando o mercado e os investidores a produtos e serviços financeiros que protegem e financiam o crescimento de todo o setor”, diz Gilson Finkelsztain, CEO da B3.

Para o CEO, o agronegócio tem assumido uma merecida posição de destaque no debate econômico no Brasil, devido à sua capacidade de expansão de produtividade e de geração de oportunidades de emprego em várias regiões do país. Em 2021, o setor alcançou a participação de 27,4% do PIB brasileiro, a maior desde 2004, conforme dados do Cepea/CNA. Essas informações mostram a relevância do agronegócio, que vem chamando a atenção dos investidores.

Para Aroldo Medeiros, diretor-presidente da BB DTVM, o efeito transformador da revolução agrícola dos últimos 40 anos é certamente um dos fatos mais importantes da história econômica recente do Brasil. “A importância do setor se traduz em seus números e tem crescido ainda mais no cenário atual. Lançamos o BB ETF Iagro-FFS B3 – o AGRI11, em parceria com a B3, para ser um importante instrumento de diversificação para todos os investidores e, de forma facilitada, ampliar o acesso ao setor”, comenta.

Leia também:

B3 lança fundo para investir em startups

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mercado de trabalho nos próximos meses pode continuar frágil

Segundo especialistas, no segundo semestre, oportunidades poderão se concentrar no mercado de trabalho informal.

Bitcoin perde os US$ 19 mil. Pirâmide começa a desmoronar?

Oficiais chineses chamam criptomoeda de maior esquema Ponzi da história.

Acusações de palhaça e possível ação da CVM fazem ação da TC desabar

Papéis chegaram a recuar mais de 25% no pregão desta quinta-feira.

Últimas Notícias

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência

Comércio varejista tem prazo até 30 de junho de 2023 para continuar vendendo os produtos com a etiqueta antiga.

Mercado pet deve crescer 14% em 2022

Chile é o país que mais importou produtos pets brasileiros no primeiro trimestre; setor prevê novas exportações neste ano.

FGTS vira moeda do governo para movimentar a economia

Atualização monetária das contas do Fundo não acontece e trabalhador continua no prejuízo.

EUA: tiroteio em escola bate maior número em 20 anos

Segundo relatório, houve apenas 23 incidentes com vítimas fatais durante o ano letivo de 2000/2001.

Bebidas Online busca captar R$ 2 milhões com pessoas físicas

Com crescimento projetado de 19% para 2022, startup de delivery de bebidas usará recursos nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos e expansão do time