BC prevê disparada da inadimplência após fim do auxílio emergencial

O pico de dívidas em atrasos no país ocorreu em maio de 2017 de 4,04%.

O Banco Central (BC) divulgou um relatório em que prevê a disparada da inadimplência no primeiro trimestre de 2021. Para a autoridade monetária brasileira, o fim do auxílio emergencial e do adiamento de parcelas de empréstimos – concedidos pelo governo e pelas instituições financeiras, respectivamente – devem ter os seus efeitos sentidos já no início do ano que vem.

De acordo com a direção do BC, no pior cenário, os primeiros três meses de 2021 podem ter uma inadimplência de 4%. O último dado consolidado, de agosto de 2020, apontava um percentual de 2,65%. O pico de inadimplência no país ocorreu em maio de 2017, quando atingiu 4,04%.

No mesmo documento, divulgado nesta última quinta-feira, o BC apontou uma queda média de 31,9% no lucro dos bancos no primeiro semestre. Em números absolutos, as instituições financeiras tiveram lucro de R$ 40,8 bilhões. Na análise trimestral, o lucro foi de R$ 22,4 bilhões no primeiro e R$ 18,4 bilhões no segundo.

O relatório assinala que a queda teve como principal fator o aumento do provisionamento operado pelos bancos, termo técnico que se refere ao volume de dinheiro imobilizado – ou seja, que as instituições não aplicam em operações – para servir de garantia às operações de crédito. Em outras palavras, os bancos aumentaram a quantidade de verbas destinadas a cobrir possíveis calotes.

Artigos Relacionados

Taxar dividendos aumentou investimentos na França

Redução, nos EUA e na Suécia, só elevou distribuição de lucros.

Petroleiro tem maior produtividade da indústria no Brasil

Mesmo com setor extrativista, participação industrial no PIB caiu de 25% para 20%.

Exportação cresce, mas só com produtos pouco elaborados

Superávit de quase US$ 7 bilhões até a quarta semana de julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ENS abre inscrições de Curso para Habilitação de Corretores de Seguros

Inscrições começaram nesta segunda-feira.

Fitch:1ª emissão de debêntures da Rodovias do Brasil tem rating AA-

A Fitch Ratings atribuiu Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA-(bra)’ à primeira emissão, em série única, de debêntures da Rodovias do Brasil Holding S.A....

Prazo de inscrições do Programa Petrobras Conexões para Inovação

A Petrobras prorrogou para 15 de agosto, o prazo de inscrições do 3º edital do Programa Petrobras Conexões para Inovação - Módulo Startups -...

UE fará empréstimos nos mercados de capitais de até 750 bi de euros

O Conselho da União Europeia (UE), aprovou nesta segunda-feira, o segundo pacote de planos de recuperação e resiliência (PRR), para aceder às verbas pós-crise...

Brasil tem 42% do total de empresas de inteligência artificial da AL

Estudo da consultoria Everis em parceria com a Endeavor mostra que o número de startups de inteligência artificial cresceu no Brasil, mas ainda esbarra...