Beato Salu: hedge em alta

A delação contra Alckmin não veio, mas a pesquisa CNT/MDA – feita apenas no Estado de São Paulo – já serviu para esfriar os ânimos do mercado financeiro. A Bolsa de Valores teve a maior queda em um mês. Apesar de ter governado o estado por 14 anos, o tucano apareceu em terceiro lugar, com 14% das intenções de voto, atrás de Bolsonaro, que marcou 18,4%. Lula, da prisão, lidera a corrida, em um estado que normalmente não é muito simpático ao ex-presidente, com 21,8%.

Não se pode comparar o resultado com as pesquisas anteriores feitas pela dupla CNT/MDA, pois elas eram nacionais. Mas se der uma olhada na divulgada pelo Ibope no final de junho, o quadro mostra um tucano estagnado, apesar de toda a mídia após fechar acordo com o Centrão. Há um mês e meio, Alckmin tinha 13%. Enquanto ele patinava, Bolsonaro teve leve alta (tinha 17%), e Lula, leve baixa (de 24%).

Mesmo com as ressalvas de que são pesquisas diferentes, de distintos institutos, dá para entender porque o mercado anda tão preocupado, e a campanha tucana perdida, apostando todas as fichas na propaganda eleitoral. Mas este ano o tempo de campanha é curto, e a força das redes sociais é muito maior que nas eleições passadas. Não à toa que a elite paulista fez seu hedge em Bolsonaro, com a inserção do “primeiro-ministro” Paulo Guedes, o Beato Salu.

 

Fake

Anthony Garotinho foi confirmado pelo PRP como candidato ao Governo do Estado do Rio. Há duas semanas, o ex-governador foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Rio, e prontamente a mídia noticiou que ele tinha perdido os direitos políticos e não poderia concorrer na eleição deste ano. Basearam-se apenas no release do Ministério Público, sem sequer tentar ouvir um advogado eleitoral isento para ver quem tinha razão: a defesa de Garotinho, que negava a inelegibilidade, ou o MP.

Os advogados do ex-governador sustentam que não existe perda de direitos automática porque não teve na condenação enriquecimento ilícito. Os jornalões, sem nem citar a lei, preferiram adotar a tese de que ele ficou inelegível. Preguiça? Jornalismo declaratório? Ou é o tratamento padrão aos “inimigos”?

O problema é que, ainda que desmintam a perda de direito de se eleger, criaram a falsa ideia de que Garotinho não pode concorrer, afugentando seus possíveis eleitores.

 

Marcha lenta

Amigo da coluna teve o carro roubado nesta terça-feira, às 11h, perto de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos (RJ). Às 14h, o BO estava feito na delegacia. Nesta quarta-feira, às 19h, o carro ainda constava no sistema do Denatran – Sinesp Cidadão – como legal.

 

Recado do lobo aos cordeiros

O Google fez alerta aos brasileiros para aumentarem a proteção de dados.

 

Corte legisladora

Pode-se ser contra ou a favor do aborto. Só não pode esta discussão ocorrer no Supremo Tribunal Federal. É atribuição do Congresso, como ocorre na Argentina, e poderia desaguar em um plebiscito.

 

Solta

Se depender de Gilmar Mendes, acaba o problema de superlotação nos presídios brasileiros.

 

Rápidas

A Editora FGV lança no dia 20, em São Paulo, o livro Em busca do desenvolvimento perdido: um projeto novo-desenvolvimentista para o Brasil, do economista Luiz Carlos Bresser-Pereira. Será na Livraria Cultura – Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2.073 – Consolação, São Paulo), às 19h *** A comemoração pelos 175 anos do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) começa nesta quinta com o lançamento da Câmara de Mediação de Conflitos entre Advogados e Sociedades de Advogados (Câmara-IAB) *** O Center Shopping Rio promove, neste sábado, o show Bar MPB – Tributo Roupa Nova, na voz do músico Bruno Galvão e convidados *** A 15ª edição do Simpósio Regional da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) será em Santo André (Mercure Santo André, Av. Industrial, 885 – Térreo), 17 de agosto, das 8h30 às 18h. Destaque para o painel sobre as eleições. Mais informações: www.aasp.org.br *** A Avon nomeou José Vicente Marino como vice-presidente executivo no Brasil. Ele tomará possem em 17 de setembro *** Os economistas escolhidos pelos candidatos à Presidência da República para desenvolverem seus programas de governo serão sabatinados em São Paulo. A série Os Economistas das Eleições começa nesta sexta-feira, com André Lara Rezende, da equipe de Marina Silva (Rede). Detalhes em http://portalibre.fgv.br *** João Goulart Filho, candidato à Presidência da República pelo PPL, é o entrevistado da GloboNews desta quinta, 22h.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.