Beijing se tornará mais verde este ano

Beijing planeja plantar 10.000 hectares de árvores este ano em um esforço para aumentar a taxa de cobertura florestal da cidade para 44,8%, informaram as autoridades locais nesta quinta-feira.

Um homem está sentado em um banco no Parque Florestal Xinzhongjie da Cidade, no distrito de Dongcheng, em Beijing, capital da China, em 28 de agosto de 2020. (Xinhua / Ju Huanzong)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 6 Jan (Xinhua) – Beijing planeja plantar 10.000 hectares de árvores este ano em um esforço para aumentar a taxa de cobertura florestal da cidade para 44,8%, informaram as autoridades locais nesta quinta-feira.

Beijing melhorará a diversidade, conectividade e segurança de seu ecossistema para garantir que a nova rodada de reflorestamento seja concluída em 2022, de acordo com o relatório de atividades do governo, entregue pelo prefeito da capital, Chen Jining, na quinta sessão do 15º Assembleia Popular Municipal de Beijing, a qual ainda está em andamento.

Chen disse que Beijing vai melhorar a qualidade da floresta, formular e implementar planos de proteção da biodiversidade e planejamento de habitat da vida selvagem, bem como um plano de ação de três anos para a conservação e restauração de zonas úmidas, com o estabelecimento de 20 áreas de demonstração de conservação da biodiversidade.

A cidade iniciou uma nova rodada de reflorestamento em 2017. Estima-se que, até o final de 2022, serão plantados mais de 66 mil hectares de florestas. Fim

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

CMOC gastará US$ 1,826 bilhão no projeto de KFM em Congo

O CMOC Group Limited (603993.SH, 03993.HK) anunciou nesta quinta-feira que investirá cerca de 1,826 bilhão de dólares na fase I do desenvolvimento do projeto da mina de cobre-cobalto de Kisanfu (KFM), na República Democrática do Congo (RDC).

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou nesta sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,5 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

O mercado de pequenos artigos chineses é inaugurado em Dubai

O mercado de Yiwu, um centro de compras para pequenas mercadorias chinesas, foi inaugurado nesta quinta-feira em Dubai, oferecendo uma alternativa de mercado para compradores estrangeiros adquirirem produtos fabricados na China, informou Chinanews.com.

Últimas Notícias

Prazo para renegociar dívidas com a União é prorrogado até outubro

Estão disponíveis dez editais que preveem condições diferenciadas de pagamento dos débitos.

Estados reduzem ICMS, mas dólar pode elevar combustíveis

Ao menos 11 governos anunciaram queda do imposto.

Fertilizantes e óleo reduzem superávit da balança comercial em junho

Governo reduz projeção para o ano: US$ 81,5 bilhões.

Sanções contra Rússia levam inflação na Europa para perto de 2 dígitos

Preços da energia subiram 42% em 1 ano.

Emprego cresce na Espanha após mudanças na reforma trabalhista

Números ainda são influenciados pela recuperação pós-pandemia.