Bens duráveis: encomendas avançaram mais que o esperado em janeiro

Bottom line – As encomendas de bens duráveis avançaram mais do que o esperado em janeiro, tanto no headline quanto nas leituras subjacentes. As revisões de dezembro foram altistas.

A junção de política monetária estimulativa junto ao pacote de estímulo fiscal a ser aprovado e a perspectiva de arrefecimento nos índices relacionados à pandemia sugere manutenção do ritmo de recuperação.

 

Comentários – As encomendas de bens duráveis avançaram mais do que o esperado em janeiro, tanto no headline quanto nas leituras subjacentes. As revisões de dezembro foram altistas.

Durable Goods Orders janeiro: 3,4% (esperado: 1,1%; anterior: 0,5%, rev. p/ 1,2%)

Durable ex-transp. janeiro: 1,4% (esperado: 0,7%; anterior: 1,1%, rev. p/ 1,7%)

Goods Orders nondef ex-air jan.: 0,5% (esp.: 0,8%; ant.: 0,7%, rev. p/ 1,5%)

Goods Shipments nondef ex-air jan.: 2,1% (esp.: 0,6%; ant.: 0,7%, rev. p/ 1,0%)

Por dentro do índice nota-se avanço significativo na abertura de shipments core, que entra diretamente no PIB. O avanço %YoY registra a maior leitura desde 2018, com médias móveis indicando manutenção do forte movimento à frente. Destaca-se especificamente que o avanço em shipments foi disseminado por todas as categorias.

O mês de fevereiro pode trazer algum drag no dado por conta das tempestades de inverno que impactaram diversos estados. No entanto, a junção de política monetária estimulativa junto ao pacote de estímulo fiscal a ser aprovado e a perspectiva de arrefecimento nos índices relacionados à pandemia sugere manutenção do ritmo de recuperação.

.

Felipe Sichel

Estrategista-chefe do Banco Digital Modalmais

Leia mais:

Mercados abrem mistos em dia de dados fiscais

Balanço melhor que o esperado da Petrobras anima mercado nacional

Artigos Relacionados

Jornalista agora pode ser MEI

Senado tentou incluir corretor de imóveis, publicitários e produtores culturais no projeto.

STF determina reintegração de excluídos do Bolsa Família

Ministro Marco Aurélio avaliou que Governo Federal estava descumprindo determinação.

Preços dos medicamentos voltam a subir em março

Segundo levantamento, resultado reflete agravamento da pandemia, colapso das unidades de saúde e depreciação cambial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Jornalista agora pode ser MEI

Senado tentou incluir corretor de imóveis, publicitários e produtores culturais no projeto.

STF determina reintegração de excluídos do Bolsa Família

Ministro Marco Aurélio avaliou que Governo Federal estava descumprindo determinação.

Preços dos medicamentos voltam a subir em março

Segundo levantamento, resultado reflete agravamento da pandemia, colapso das unidades de saúde e depreciação cambial.

Planos devem autorizar exame de Covid de forma imediata

Antes da determinação da ANS, os planos podiam demorar até três dias úteis para garantir o atendimento ao pedido.

Cresce demanda árabe por café verde e solúvel do Brasil

No primeiro trimestre deste ano, país exportou 37% mais café à região; além dos grãos verdes, crus, países têm demandado mais produto solúvel.