Big Techs espionam no exterior a mando dos EUA

335
WhatsApp (Foto: Alfredo Rivera/Pixabay)
WhatsApp (Foto: Alfredo Rivera/Pixabay)

As operações de vigilância do Governo dos Estados Unidos por meio das chamadas Big Techs foram muito além das fronteiras do país, informou a emissora russa RT nesta terça-feira.

Segundo a RT, um mandado de busca de novembro de 2021 mostrou que a Agência Antidrogas dos EUA (DEA) ordenou que o WhatsApp monitorasse sete usuários supostamente localizados na China, incluindo Macau.

A DEA não tinha evidências de que os usuários haviam cometido um crime ou mesmo sabiam seus nomes, informou a RT citando Thomas Brewster, um repórter de segurança, vigilância e privacidade da Forbes.

Anteriormente, o WhatsApp, de propriedade do Facebook, foi ordenado a monitorar quatro usuários no México, segundo a revista norte-americana.

Espaço Publicitáriocnseg

Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui