BMW vai expandir sua presença no mercado chinês

A montadora alemã de carros de luxo BMW anunciou nesta quinta-feira sua estratégia de progressão no mercado chinês, com três fábricas novas ou modernizadas para inaugurar em 2022.

Um homem trabalha na fábrica Tiexi da BMW Brilliance Automotive (BBA) em Shenyang, capital da província de Liaoning, no nordeste da China, em 17 de fevereiro de 2020. (Xinhua / Pan Yulong)

Xinhua - Silk Road

 

SHENYANG, 16 Dez (Xinhua) – A montadora alemã de carros de luxo BMW anunciou nesta quinta-feira sua estratégia de progressão no mercado chinês, com três fábricas novas ou modernizadas para inaugurar em 2022.

Em sua coletiva de imprensa de Ano Novo, o Grupo BMW da China disse que está determinado a continuar sua estreita cooperação com a indústria automobilística da China e atribui importância às demandas do mercado chinês no desenvolvimento de novos produtos.

“O que move a China hoje, moverá o mundo amanhã. É um lugar perfeito e um grande parceiro para o Grupo BMW conduzir a transformação”, disse Nicolas Peter, membro do conselho de administração da BMW AG, responsável por finanças e assuntos relacionados à China.

“No próximo ano, três fábricas novas ou modernizadas serão inauguradas em Shenyang e Zhangjiagang. Em breve, estaremos lançando o segundo veículo elétrico a bateria BMW (BEV) de Shenyang. É uma série-3 totalmente elétrica, reforçando ainda mais a posição da China como uma das três principais bases de produção de veículos de nova energia do Grupo BMW no mundo todo “, acrescentou Peter.

Ecoando a iniciativa verde da China, o grupo também está acelerando sua oferta de produtos BEVs na China. Em 2021, o volume de vendas do BMW iX3 totalmente elétrico deve chegar a 20.000 unidades em seu primeiro ano de vendas. Em 2022, a BMW apresentará cinco BEVs para clientes chineses e, até o final de 2023, o grupo vai oferecer cerca de 13 BEVs no mercado chinês.

Em 2025, um quarto das vendas do Grupo BMW da China será BEVs, acrescentou.

O grupo disse que estabeleceu na China seu maior centro de P&D e pegada digital fora da Alemanha, com uma equipe de mais de 1.650 funcionários, incluindo cerca de 600 desenvolvedores de software. Fim

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China implementará tarifas da RCEP para mercadorias da Coréia

A partir de 1 de fevereiro, a China adotará a taxa tarifária prometida sob o acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), nas importações selecionadas da República da Coréia, conforme um comunicado divulgado pela Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado, nesta quinta-feira.

Produto estrela da BGI Genomics é exibido na Pavilhão da China

Os modelos do Huo-Yan Air Laboratory da BGI Genomics, produto estrela de laboratório móvel de teste nucléico da gigante chinesa, foram exibidos na Pavilhão da China da Expo 2020 de Dubai durante 11 a 13 de janeiro.

China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.