BNDES faz parceria com a EPE

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), empresa pública federal, assinaram, nesta quarta-feira, acordo de cooperação técnica para estudar incentivos à restauração florestal por meio de créditos de carbono. Com a iniciativa, as empresas dos setores de petróleo e gás terão ampliadas as oportunidades de compensações de emissões de gases de efeito estufa.

A Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da EPE, por meio da Superintendência de Meio Ambiente, será a gestora e executora deste acordo de cooperação, em conjunto com a Área de Gestão Socioambiental do BNDES. “Os resultados fornecerão subsídios para elaboração de um documento-síntese com a proposição de instrumentos de transferência de recursos das empresas para atividades de sequestro e armazenagem de carbono no setor florestal, a título de compensação de emissões, além de alcance de benefícios coletivos relacionados à água, biodiversidade, solo e microclima”, informou o BNDES.

O setor de petróleo e gás é a terceira maior fonte de emissões brutas de gases de efeito estufa no Brasil. Um dos grandes desafios dessa indústria é reduzir as emissões ao longo da cadeia de produção e consumo. “A maior parte das reduções esperadas de emissões virá de investimentos nas suas próprias unidades de produção, a exemplo de eficiência energética e injeção de dióxido de carbono (CO2) nos poços. A compensação de emissões com créditos de carbono terá um papel complementar, principalmente no curto prazo, com benefícios para o setor florestal”, destacou o banco de fomento.

Leia também:

Dedução do IRPF para reduzir emissão de Gases do Efeito Estufa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Novas diretrizes com mudança do Código de Defesa do Consumidor

O Projeto de Lei 2246/21 proíbe bancos e financeiras de cobrar, para uma mesma modalidade de empréstimo, taxas de juros diferentes de consumidores de...

Produção nacional de petróleo caiu 1,6% em agosto

No mês de agosto, os campos de Búzios, Atapu e Sul de Tupi, todos produzindo sob o regime de cessão onerosa no pré-sal da...

TRT/RJ interpreta como ilegais medidas adotadas pela Petrobras

A Justiça do Trabalho do Estado Rio de Janeiro deu ganho de causa a empregados da Petrobras em ação coletiva contra aumento de carga...

Últimas Notícias

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...

STF desbloqueia bens de Lula

Por maioria de três votos a um, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta sexta-feira, desbloquear os bens do ex-presidente Lula...