BNDES: R$ 330 milhões para 5G da Positivo

49
BNDES (Foto: ABr/arquivo)
BNDES (Foto: ABr/arquivo)

A inteligência artificial entrou no radar das empresas. A Positivo Tecnologia S.A. tem dois projetos estratégicos para os próximos anos que irão agregar esses recursos. Com financiamento de R$ 330 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a empresa irá dar ênfase na inovação em produtos, serviços e soluções – incorporando recursos de inteligência artificial (IA) e segurança cibernética – e na modernização da capacidade produtiva. O banco de fomento informou sobre a liberação da linha de crédito nesta sexta-feira.

A operação vai apoiar o plano de inovação da empresa e preparar as unidades fabris para a demanda crescente de tecnologia 5G, com previsão de 274 empregos qualificados gerados no país, nas áreas de produção, engenharia e pesquisa. “O financiamento do BNDES à Positivo reflete o compromisso do banco com o desenvolvimento econômico e tecnológico do país, em linha com os objetivos da nova política industrial. Essa é uma prioridade do governo do Presidente Lula, pois viabiliza investimentos em inovação e em ganhos de produtividade em setores de alto valor agregado”, afirmou o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

“Esta parceria com o BNDES é uma importante iniciativa de suporte ao nosso plano estratégico de diversificação de negócios e tem como foco principal a inovação, através da incorporação das mais avançadas e modernas ferramentas de inteligência artificial em nossos produtos, serviços e soluções, e na modernização de nosso parque fabril”, afirmou Leandro Rosa dos Santos, vice-presidente de Estratégia e Inovação da Positivo Tecnologia.

A Positivo Tecnologia é um braço do Grupo Positivo voltado à produção e distribuição de produtos eletrônicos. A divisão foi criada em 1989, com sede na cidade de Curitiba (PR), fundada para suprir as necessidades das atividades educacionais e fornecer computadores para as instituições de ensino clientes do grupo.

Espaço Publicitáriocnseg

No terceiro trimestre, reportado em novembro de 2023, a Positivo (POSI3) lucrou 43% menos, totalizando R$ 28,9 milhões no período. A receita líquida foi de R$ 849 milhões, queda anual de 20,2%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui