Boas expectativas para o dia

Hoje, mercados começando aparentemente com realizações de lucros recentes e aguardando a decisão do Banco Central inglês sobre política monetária.

Ontem a Bovespa mostrou boa recuperação terminando o dia com alta de 1,57%, índice em 119.564 pontos e dólar em queda de 1,21%, com a moeda cotada em R$ 5,36. Isso mesmo com todos os ruídos produzidos pela CPI da Covid-19 e com a reforma tributária andando para trás. O comportamento positivo pode se estender também para esta quinta-feira.

Hoje, mercados começando aparentemente com realizações de lucros recentes e aguardando a decisão do BoE (o Banco Central inglês) sobre política monetária. A decisão veio dentro do esperado, com manutenção da taxa de juros em 0,10% e flexibilização monetária com compra de ativos de 895 bilhões de libras. A libra se valoriza frente ao dólar. A Turquia também manteve a taxa básica de juros em 19%.

Aqui, ontem o Copom elevou a taxa Selic em 0,75%, como esperado para 3,50% e sinalizou nova alta de 0,75% para a reunião de junho. Mas o comunicado ficou no meio do caminho entre duro e suave, diferente do esperado endurecimento.

Os mercados da Ásia encerraram majoritariamente com altas (Xangai em ligeira queda e Tóquio com alta de 1,80% na volta de feriado prolongado). Europa abrindo em alta, passando para negativo e voltando para alta neste início de manhã. Futuros do mercado americano transitando em alta. Aqui, podemos esperar recuperação da faixa de 120 mil pontos, quando teríamos maior consistência de movimento.

Na Alemanha, as encomendas à indústria registraram expansão em março de 3%, quando o previsto era +1,7%. Na Zona do Euro, as vendas no varejo de março cresceram 2,7%, de previsão de +1,6%. No Reino Unido, o PMI de serviços de abril subiu para 61 pontos, no maior patamar desde 2013, e o composto com alta para 60,7%.

A União Europeia quer endurecer as regras de investimento de estrangeiros e ampliar autonomia, de certa forma visando a China e seu poderio econômico. No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NOVA IORQUE, mostrava queda de 0,58%, com o barril cotado a US$ 65,25. O euro era transacionado em US$ 1,204 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,58%. O ouro e a prata com altas na Comex e commodities agrícolas também com altas na Bolsa de Chicago.

Aqui, a Câmara aprovou ontem o Pronampe, permanente para pequenas e microempresas, e a loteria da saúde para financiar o SUS. Já a frente favorável a reforma tributária tenta evitar o fatiamento pretendido pelo presidente da Câmara, Arthur Lira. A FGV divulgou o indicador antecedente de emprego em alta de 1,6 ponto, para 78,7 pontos.

Bolsonaro voltou a criticar o lockdown (confinamento) dizendo que pode editar decreto com base no Artigo 5º da Constituição e criticou a China pelo vírus falando em guerra química. Depois tentou relativizar as críticas sobre nosso maior parceiro comercial.

Ontem, mesmo com todos os ruídos provocados pelos depoimentos na CPI da Covid-19 e também com a leitura do relatório da reforma tributária, além da dissolução da comissão pelo presidente da Câmara, ainda assim o mercado local quase esbarrou novamente no patamar de 120 mil pontos, batendo na máxima do dia em 119.733.

No exterior, novamente preocupação com os recordes seguidos de óbitos na Índia e com a necessidade de ajuda externa e investimentos para debelar a pandemia. Já no resto do mundo, o tema central passou a ser se os maiores bancos centrais irão acelerar ajustes na flexibilização monetária e elevação dos juros em prazos mais encurtados.

Charles Evans, do Fed de Chicago, disse ser preciso mais agressividade para evitar a inflação espremida do Japão e da Europa, fazendo fé que pode andar algum tempo acima da meta de 2%. Loretta Mester, do Fed de Cleveland, declarou que a recuperação está claramente em andamento, com boas perspectivas e espera expansão do PIB entre 6% e 7%.

Ainda nos EUA, foi anunciada a nova pesquisa ADP sobre criação de vagas no setor privado em abril, ficando um pouco aquém do previsto, com 742 mil vagas criadas, quando o esperado eram 800 mil. O PMI do segmento de serviços subiu para 64,7 pontos em abril, e o composto em alta para 63,5 pontos. O ISM de Chicago caiu para 62,7 pontos. Os estoques de petróleo declinaram na semana 8 milhões de barris, mas mesmo assim o WTI acabou revertendo de alta para queda.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NOVA IORQUE, mostrava queda de 0,58%, com o barril cotado a US$ 65,31. O euro era transacionado em US$ 1,20 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,577%. O ouro em alta e a prata próxima da estabilidade e commodities agrícolas com desempenho de alta na Bolsa de Chicago.

No cenário local, a CPI da Covid-19 provocou ruídos com o depoimento de Teich, que disse ter saído pela insistência no tratamento com cloroquina e afirmando não saber da produção desse medicamento pelo exército. Já Bolsonaro, tentando tirar o foco abriu nova polêmica com a China, perguntando “que país cresceu o PIB”, e usando a teoria da conspiração falou em guerra química ou biológica. Acrescentou que pode soltar decreto liberando o isolamento, com base no artigo 5º da Constituição, mas que não gostaria de fazer, pois, seria cumprido.

Na economia, o IBGE anunciou a produção industrial de março com queda de 2,4%, menor que a prevista e contra igual período de 2020 com +10,5%. No ano, a produção industrial cresceu 4,4%, mas em 12 meses mostra queda de 3,1%. Destacamos bens de capital em março com contração de 6,9%, mas crescendo sobre igual período 29,6%. Bens de consumo encolheu 11% em março e veículos puxou a queda com -8,4%. A média móvel trimestral mostrou queda de 1%. Tivemos efeitos da piora da Covid-19 e também da falta de suprimentos interrompendo a produção.

Já o BC anunciou o fluxo cambial de abril com ingressos de US$ 4 bilhões, em boa parte produzido pelo saldo da balança comercial, já que o fluxo financeiro foi positivo somente em US$ 488 milhões. No ano de 2021 o fluxo cambial está positivo em US$ 12,7 bilhões. Os bancos terminaram o mês vendidos em US$ 16,9 bilhões, quando no final de dezembro estavam vendidos em US$ 35 bilhões. A posição cambial líquida fechou o mês em US$ 273,4 bilhões.

No mercado, a quarta-feira foi dia de dólar novamente em queda de 1,21% e cotado no fechamento em R$ 5,36. Na Bovespa, na sessão do último dia 3, os investidores estrangeiros voltaram a ingressar com recursos no montante de R$ 288,7 milhões, deixando o ingresso líquido do ano de 2021 em R$ 19,5 bilhões. No mercado acionário, dia de Bolsa de Londres com alta de 1,68%, Paris com +1,40% e Frankfurt com +2,12%. Madri e Milão com altas de respectivamente 1,56% e 2,03%. No mercado americano, o Dow Jones com +0,28% (recorde) e Nasdaq com -0,37%. Na Bovespa, dia de alta de 1,57% e índice em 119.564 pontos, com destaque positivo para as ações de Petrobras e Itaú.

A agenda do dia tem condição de mexer com os mercados, assim como a safra de resultados do primeiro trimestre que está saindo. Porém, a expectativa é de Bovespa buscando patamar mais elevado, dólar mais fraco e juros longos ainda pressionados.

.

Alvaro Bandeira

Sócio e economista-chefe do Banco Digital Modalmais

Artigos Relacionados

Urna eletrônica: TSE é acusado de ignorar a ciência

Ausência de um representante do Tribunal ao debate irritou deputados.

WePAD aproxima público das fraldas geriátricas Tena

Ação pretende ajudar consumidores a desmistificarem tabu para compra do produto.

Inflação persiste, mas economia evolui mais que o esperado

Ata da reunião do Copom da semana passada foi divulgada hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento

A partir de 5 de julho, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) irá disponibilizar o novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento (SGF)....

B3 acolhe novo fundo gerido pela XP Asset

Aconteceu nesta terça-feira, na B3, o toque de campainha para comemorar o lançamento de mais um ETF (Exchange-Traded Fund), que é um fundo de...

Airbus e chinesa AVIC fazem parceria

Um projeto de equipamento de fuselagem do Airbus A320 foi lançado em conjunto pela Airbus e pela Aviation Industry Corporation of China (AVIC) nesta...

BID lança guia para ajudar na emissão de títulos sustentáveis

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou um guia para auxiliar e fomentar a emissão de títulos temáticos. O lançamento acontece por meio do...

Vivant lança lata comemorativa ao Dia Internacional do Orgulho LGBT

A lata estampa as cores do arco-íris e traduz o posicionamento da empresa sobre o respeito à diversidade.