BoCom ajuda a desenvolver Centro Financeiro Internacional de Shanghai

O Banco de Comunicações (BoCom) se esforçará para agregar fundos, tecnologia, rede, informações e talentos em uma escala maior para facilitar a construção do Centro Financeiro Internacional de Shanghai, disse Zhou Wanfu, vice-presidente do BoCom no sábado.

Fórum de Desenvolvimento do Centro Financeiro Internacional de Shanghai 2021. (Xinhua)

Xinhua - Silk Road
Xinhua – Silk Road

Beijing, 27 dez (Xinhua) — O Banco de Comunicações (BoCom) se esforçará para agregar fundos, tecnologia, rede, informações e talentos em uma escala maior para facilitar a construção do Centro Financeiro Internacional de Shanghai, disse Zhou Wanfu, vice-presidente do BoCom no sábado.

O discurso foi feito no Fórum de Desenvolvimento do Centro Financeiro Internacional de Shanghai 2021, onde Zhou apresentou os focos específicos dos esforços futuros do BoCom na promoção do desenvolvimento do Centro Financeiro Internacional de Shanghai.

Explorando as formas de apoio ao desenvolvimento tecnológico por meio da inovação financeira e enriquecimento sistemático dos produtos financeiros de ciência e tecnologia, o BoCom utilizará o círculo virtuoso de finanças, tecnologia e indústria para desenvolver novos modos de serviços financeiros científicos e tecnológicos, disse Zhou.

Apesar disso, é importante participar na construção do mercado de fatores financeiros, dando jogo à função de alocação de ativos globais de Renminbi (RMB), disse Zhou, observando que o banco estatal continuará a apoiar a construção do sistema financeiro offshore de RMB e implementar inovações políticas na prática.

Enquanto promove ativamente o desenvolvimento integrado do Delta do Rio Yangtzé, o BoCom também aprimorará seu sistema de serviços financeiros para zonas de livre comércio (ZLC), a fim de motivar desenvolvimento interativo entre o centro de comércio internacional e o Centro Financeiro Internacional de Shanghai, em uma tentativa de aumentar o livre comércio e o investimento transfronteiriço, Zhou observou.

O BoCom fará mais esforços em converter Shanghai para um centro internacional de finanças verdes. Isto inclui o desenvolvimento de política e produtos de finanças verdes, respondendo ativamente às necessidades da cidade e participando da construção do mercado de comércio de carbono, aumentando a entrada de recursos de finanças verdes e aprimorando o sistema de gestão de risco ESG (environmental, social, governance ou ambiental, social, governança em português), ele acrescentou.

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China implementará tarifas da RCEP para mercadorias da Coréia

A partir de 1 de fevereiro, a China adotará a taxa tarifária prometida sob o acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), nas importações selecionadas da República da Coréia, conforme um comunicado divulgado pela Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado, nesta quinta-feira.

Produto estrela da BGI Genomics é exibido na Pavilhão da China

Os modelos do Huo-Yan Air Laboratory da BGI Genomics, produto estrela de laboratório móvel de teste nucléico da gigante chinesa, foram exibidos na Pavilhão da China da Expo 2020 de Dubai durante 11 a 13 de janeiro.

China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.