Bode expiatório

Coincidência ou não, quanto mais se aproxima o dia da devolução do Canal do Panamá a seu verdadeiro dono, crescem os ataques ao governo Hugo Chávez.

Fortes
O zum-zum-zum no mercado automobilístico é de que duas gigantescas montadoras – uma européia e uma norte-americana – estariam a caminho de uma megafusão.

Concilia?
As empresas de asseio e conservação de São Paulo esperam incluir o sistema de conciliação extrajudicial de reclamações trabalhistas na próxima convenção coletiva de trabalho. Dia 29 o presidente do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação de São Paulo (Sindicon), Gilberto Parra, assinará a convenção com os representantes dos trabalhadores. A intenção é criar a Câmara de Mediação e Arbitragem de Asseio e Conservação. Em todo o país os trabalhadores nessa atividade somam 1,2 milhão de pessoas. O Sindicon reúne 200 empresas daquele estado. Espera-se que a conciliação sirva para agilizar os entendimentos entre patrões e empregados e não apenas para “garfas” direitos trabalhistas.

Caso perdido
Qual é a honra que pode ter um brasileiro que se coloca a serviço dos interesses dos especuladores estrangeiros?

Espionagem
A empresa canadense Cryptonym afirma ter descoberto uma falha no sistema de criptografia do Windows que permitiria uma pessoa assumir o controle total do computador ou de uma rede. A falha de segurança, uma espécie de porta secreta do programa, exploraria uma vulnerabilidade encontrada em várias versões de Windows, relacionada à autenticação. Segundo a Cryptonym, este recurso estaria disponível no sistema operacional da Microsoft para ser utilizado como ferramenta de espionagem para uso da National Security Agency, organização que coordena e executa atividades de proteção aos sistemas de informação dos Estados Unidos e que investiga sistemas estrangeiros. Com esse recurso, no entanto, a agência poderia espionar computadores e redes sem o conhecimento dos usuários.

Bico
Afinal o que faz no governo, além de empregar o motorista no Ministério do Trabalho, o secretário de Política Econômica, Edward Amadeo?

Favela em debate
Rara unanimidade na administração municipal do Rio, o projeto Favela Bairro será debatido no seminário “A cidade debate o Favela Bairro”, no próximo dia 9, no Sindicato dos Engenheiros do Rio. A novidade é que a autoria do debate é do líder do PT na Câmara de Vereadores, Adilson Pires. Desde 94, o programa já beneficiou 115 favelas e, recentemente, recebeu mais R$ 520 milhões do Banco Mundial (Bird) para investir em outras 115 comunidades. Por isso, Pires argumenta que o programa deve ser acompanhado mais de perto pela população. Já confirmaram presença para o primeiro debate Sérgio Magalhães, secretário municipal de Habitação do Rio, e Raquel Rolnik, ex-secretária do governo Luíza Erundina.

Corajoso
Ousadia mesmo ministro é doar R$ 1,5 bilhão ao Banco Marka sem nenhuma consulta sequer ao Congresso Nacional.

Collorido novo
Nessa época em que os fantasmas tentam voltar à vida, vale relembrar uma passagem do atual deputado federal Antônio Kandir (PSDB-SP). Às vésperas da eleição de 89, durante reunião de economistas e intelectuais em apoio à candidatura de Lula à Presidência, Kandir entra na sala animado, vestindo camiseta com um grande “Lula lá” escrito. Poucos meses depois, assumia o Ministério do Planejamento do Governo Collor, onde participou da tunga à poupança.

Iceberg
O ex-ministro Delfim Netto continua batendo na tecla de que o Plano Real transformou o País num Titanic, que ruma para o naufrágio certo se não trocarem o comando do navio e mudarem seu rumo. A preocupação do atual deputado é com o sistema financeiro nacional, sem condições de concorrer com os bancos estrangeiros que, com fácil acesso ao capital externo, estão vindo para cá em busca dos altos lucros com os generosos juros pagos pelo Governo.

Setembro negro
A Network Associates Inc. (NAI) divulgou uma lista com 43 vírus programados para atacar este mês. Segundo o levantamento, os vírus de macro continuam sendo a principal ameaça, respondendo por 75% da lista. Entre os vírus de macro que devem atacar em setembro estão pragas como o Tamago.A, que tem data de ativação dia 26. Ele substitui o autoexe.bat e, na próxima vez que o micro é ativado, deleta todos os arquivos do drive C. Segundo o laboratório de pesquisas da NAI, entre os vírus que mais atacam os micros dos brasileiros estão Chernobyl, Class, Cap, Melissa, Happy99 e Laroux. Para evitar problemas, a empresa recomenda que o usuário mantenha seu programa antivírus atualizado, além de checar arquivos anexados antes de abri-los. Informações adicionais podem ser obtidas no site www.nai.com.br.

Cadin
Há alguns anos, quando alguém levantava, na reunião de diretoria da Fiesp, a tese de que deveria haver uma redução no montante dos impostos em atraso, logo levantava uma voz com um argumento definitivo: não era justo que o empresário que se esforçava para pagar em dias seus tributos fosse prejudicado por uma ajuda aos inadimplentes. Agora, com 85% das indústrias filiadas à federação paulista inscritas no Cadin (cadastro dos devedores do Governo Federal), a tese já não tem tantos opositores.

Artigo anteriorRainha da Inglaterra
Próximo artigoImagem
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Vacinas vendidas por até 24x o custo de produção

Aliança denuncia altos lucros dos laboratórios.

Energia rara e cara

Modelo equivocado colocou Brasil entre os campeões de tarifas elevadas.

União perde bilhões de dólares no petróleo

Lei isentou campo mais produtivo de pagamento de participações especiais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Aprovada MP que simplifica abertura de empresas

Texto prevê a emissão automática, sem avaliação humana, de licenças e alvarás de funcionamento para atividades classificadas como de risco médio.

Auxílio impulsiona captação da poupança: R$ 6,37 bi em julho

Depósitos superam retiradas pelo quarto mês seguido.

Bahia e Sergipe exercerão direito de preferência em relação à Gaspetro

Privatização pode levar a monopólio de 2/3 do gás canalizado do país.

Câmara aprova projeto que privatiza os Correios

Nos EUA, ninguém pensa em abrir mão do serviço estatal.

Banco Mundial fez desembolso recorde para América Latina

Recursos para combater efeitos da pandemia na região que concentra 1 em cada 3 mortes globais.