Bola fora

Os estudantes de ensino médio beneficiários de quotas têm desempenho inferior na admissão para as universidades, revela estudo do economista Juliano Assunção (PUC-RJ), que será apresentado nesta quarta, às 16h, no seminário “O efeito das ações afirmativas de admissão universitária no desempenho de estudantes de ensino médio”, no auditório do Ipea Rio. “A teoria econômica sugere que ações afirmativas podem reduzir ou aumentar os incentivos para a acumulação de capital humano. Mas a evidência empírica sobre este tema é quase inexistente”, afirma Assunção.

Reciclado
País desenvolvido com forte preocupação ambiental, a Finlândia está comemorando o fato de ter conseguido que cerca de 90% do seu lixo seja reciclável. A informação é da Finnfacts, agência de promoção de negócios do país.

Trégua
O vice-presidente da Bolívia, Álvaro Linera, defendeu uma trégua de dois meses entre governo e oposição para que, durante esse período, as duas partes busquem “um grande acordo nacional”. Linera espera que a trégua permita resolver a crise política pela qual passa o país em função dos movimentos pela autonomia dos departamentos e às resistências à nova Constituição Política do Estado (CPE).

Acordo
Para manifestar a disposição do governo boliviano em buscar um acordo, Linera sinalizou com a possibilidade de modificar alguns aspectos da CPE. Ao mesmo tempo, pediu que os estatutos autônomos dos departamentos se adaptem ao projeto de Constituição aprovado pela Assembléia Nacional Constituinte.

Saiu caro
Um banco foi condenado a indenizar um defensor público carioca e sua esposa em cerca de 80 salários mínimos por ficarem presos por 40 minutos na porta giratória de uma agência. O casal, cliente há 40 anos, teve de se identificar ao segurança e a duas gerentes. Mas a confusão só foi resolvida com a chegada PM. Na decisão, o juiz Sérgio Seabra Varella, da 47ª Vara Cível do Rio, considerou que não se pode criar constrangimentos aos consumidores. Causa ganha pelo advogado João Tancredo.

Integração
A CNI realiza nesta quinta-feira, a partir das 9h, o seminário “Os interesses empresariais brasileiros na América do Sul”, no qual será apresentado um estudo inédito da confederação. O secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Samuel Pinheiro Guimarães Neto, fará a abertura do evento, na sede da Abimaq, em São Paulo.

Luz
Trabalhadores com mais de 60 anos têm quatro vezes mais dificuldade de enxergar em ambientes mal iluminados devido à catarata e outras alterações oculares, informa o oftalmologista do Instituto Burnier, Leôncio Queiroz Neto. Como se não bastasse, 60% da população com mais de 60 anos é portadora de catarata. A doença é apontada pela Organização Mundial de Saúde como a maior causa de cegueira evitável. A boa nova é que acaba de chegar ao mercado nacional uma lente intra-ocular multifocal que corrige as imperfeições periféricas da córnea e elimina até a necessidade de usar óculos, inclusive de leitura, em 95% dos casos. É um alívio para quem tem dificuldade em enxergar em ambientes mal iluminados, além de reduzir o CVS (Síndrome da Visão no Computador) que atinge 90% dos micreiros com mais de 40 anos.

Contra a Dengue
O cenário alarmante do crescimento de casos de dengue no Estado do Rio levou a Associação Brasileira de Controle de Vetores e Pragas (ABCVP) a reunir as empresas associadas e criar o programa Empresas Unidas contra a Dengue, que será lançado nesta quinta-feira, na Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro (Seaerj), às 14h, com a presença de autoridades que, até aqui, têm se comportado frente ao problema oscilando entre a síndrome do avestruz e a atribuição da culpa ao povo que não colabora.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlém do ovo
Próximo artigoDecreto

Artigos Relacionados

Rio manda R$ 2,4 tri para União e só recebe R$ 171 milhões

Estado é um dos mais prejudicados da Federação.

Não, a Petrobras não quebrou

Na época em que os preços dos combustíveis não eram descontrolados, caixa da estatal era superior ao atual.

Hood Robin e o ICMS nos combustíveis

Reduzir impostos tira da sociedade para dar a poderosos.

Últimas Notícias

Electrolux lança desafio para arquitetos e designers de interiores

A Archademy, primeiro Market Network de Arquitetura e Design de Interiores do Brasil, abre inscrições para a edição do seu Archathon Electrolux 2022. O...

Gestão do Hopi Hari ganha na justiça e se mantém no parque

A gestão do Parque Temático Parque Hopi Hari acaba de obter decisão favorável, proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para...

Bancos chineses registram compra líquida de divisas em 2021

Os bancos chineses registraram uma compra líquida de divisas em 2021, pois a taxa de câmbio do iuan permaneceu geralmente estável e os fluxos...

RNI: Plano de negócio tem o melhor resultado dos últimos 7 anos

Prévia do 4T21 da construtora e incorporadora RNI, do grupo Empresas Rodobens, indica resultados superiores aos últimos sete anos. A empresa, que completou 30...

Chile quer renacionalizar cobre e bens públicos estratégicos

A campanha pela renacionalização do cobre e dos bens públicos estratégicos entregues às transnacionais durante o governo de Augusto Pinochet (1973-1990) tem sido impulsionada...