Bolada

Um suspeito movimento está ocorrendo nos subterrâneos da Eletrobrás, feito por proprietários de ações ordinárias que sonham em abocanhar dividendos retidos no final da década de 1970. Na época, o montante equivalia a uns US$ 300 milhões; hoje, há quem estime o valor em US$ 4 bilhões. O problema é que o grupo, do Nordeste, comprou as ações posteriormente, e quer ter direito ao dinheiro, que legalmente deveria ser destinado aos proprietários da época.

Acelera, Lula!
A sinalização, pelos números do terceiro trimestre, de que o Brasil fechará 2009 vendo seu Produto Interno Bruto (PIB) encolher é uma forte advertência ao presidente Lula contra os riscos de retomar a política de aperto fiscal e autorizar que o Banco Central emplaque nova escalada dos juros em 2010. Como mostram os dados divulgados pelo IBGE, longe de ser o momento de o governo colocar o pé no freio, a hora é justamente de passar a marcha e acelerar, para permitir que o país volte a taxas de crescimento à altura das suas necessidades e das suas possibilidades. Lembremos que, por saber aproveitar as oportunidades de um mundo em crise e ter um projeto nacional, o Brasil conseguir sair da Depressão de 30 em melhores condições dos que os demais países, passando a crescer um Japão por ano durante 50 anos.

Pão da moda
Servidores em greve do Ministério do Trabalho distribuíram panetones à população, em ato público nesta quinta-feira, em frente à Superintendência Regional do Trabalho do Rio de Janeiro. “Distribuímos os panetones para criticar o atual governo, que, como os anteriores, em vez de priorizar o serviço público e as condições de trabalho de seus servidores, promove a precarização do serviço público, com graves prejuízos à população”, afirmou o servidor do MTE e diretor do Sindsprev/RJ, Luis Antonio Gonzaga. Em greve nacional desde o início de novembro, os servidores reivindicam melhorias das condições de trabalho, paridade salarial entre ativos e aposentados e regulamentação da jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Meio ambiente
Em comemoração aos seus 75 anos, o Conselho Regional de Engenharia do Rio de Janeiro entrega nesta sexta-feira o Prêmio Crea-RJ de Meio Ambiente. Serão agraciados o engenheiro eletricista José Chacon de Assis, o Projeto Eco-Social Certa, o geógrafo Carlos Walter Porto Gonçalves, a engenheira química Vilma Cardoso da Silva e o Centro Comunitário Fazenda Passaredo. O prêmio tem como objetivo expressar o reconhecimento às personalidades ou instituições e entidades que tenham se destacado por suas ações e projetos na luta pela preservação. A cerimônia será às 18h, no auditório do Crea-RJ.

Festa
O vice-presidente José de Alencar estará nesta sexta-feira no Rio, às 10h, para a posse festiva da nova diretoria e membros dos conselhos do Clube de Engenharia. O governador Sergio Cabral e o prefeito Eduardo Paes também prometeram estar presentes. O Clube fica na Av. Rio Branco, 124, 25° andar.

Trio virou dupla
Marqueteiros políticos que analisaram o discurso lido pelo ainda governador de Brasília, José Arruda, ao comunicar sua desfiliação do DEM, sentiram falta do slogan mais famoso de Arruda – “Não matei, não roubei e não desviei recursos públicos.”. Pelo visto, oito anos depois, a principal peça retórica da sua defesa da acusação de violar o painel do Senado envelheceu.

Polícia para quem…
Os setores da opinião pública que costumam pedir a intervenção da polícia nos casos de corrupção que pululam no Brasil viram, ao menos uma vez, esse clamor se transformar em realidade no caso do mensalão do DEM. No entanto, até agora, a polícia do ainda governador só apareceu para espancar os manifestantes que pediam a punição de Arruda.

Genética
Em tempo: o partido a que, até esta quinta-feira, Arruda estava filiado, chama-se Democratas. Em sua genealogia, consta ainda o DNA do PFL, do PDS e da Arena, estes partidos de sustentação da ditadura militar. E, acrescentam historiadores, não pode esquecer-se da UDN.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCompetência
Próximo artigoLimitado, caro e problemático

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...