Bolsonaro liberou 18x mais que mensalão e reeleição

As denúncias de compra de votos para aprovar a emenda de reeleição em 1997, que beneficiou o então presidente Fernando Henrique Cardoso, embora veladamente admitidas, nunca foram investigadas. O ex-senador Pedro Simon falava em mais de 150 parlamentares comprados. Dois deputados foram pegos no flagra admitindo terem recebido R$ 200 mil cada.

Se formos calcular por aí, seriam no mínimo R$ 30 milhões (R$ 200 mil vezes 150) até uma quantia de R$ 82 milhões (R$ 200 mil vezes 410 deputados, já que 80% votaram a favor). Em valores de hoje, R$ 525 milhões. A conta não inclui deputados nem liberação de emendas.

No Mensalão, em 2005, laudo da Polícia Federal fala em R$ 101 milhões. Trazidos para final de 2020, seriam R$ 280 milhões.

Só para aprovar a reforma da Previdência, segundo a Folha de S. Paulo, o então ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) teria prometido liberação de emendas de R$ 40 milhões, até 2022, a cada deputado que votasse a favor. Foram 370 votos favoráveis no 2º turno.

Este ano, circulou um áudio da deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) que evidencia as operações. “Infelizmente, o deputado no primeiro mandato não tem verba. É meu primeiro ano de mandato. Só consegui essa verba e indiquei mais R$ 5 milhões para a saúde do estado porque houve uma verba suplementar por conta da reforma da Previdência”.

Os R$ 40 milhões prometidos até 2022 aos 370 deputados somam R$ 14,8 bilhões; novamente, senadores à parte.

Agora, arma-se nova farra de emendas para garantir a eleição de Arthur Lira à Presidência da Câmara, lance que, junto à eleição no Senado, garantiria aos filhos de Bolsonaro tranquilidade ante ameaças de processos e ao governo alguma chance de aprovar medidas provisórias (menos da metade foram aprovadas no mandato atual), além de engavetar pedidos de impeachment. Quanto custará aos cofres públicos?

 

180º

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) solicitou à Fiocruz 7 mil doses de vacinas contra a Covid-19 para aplicar a ministros e servidores.

Na quarta-feira (23), o presidente do STF, ministro Luiz Fux, disse que era a favor do pedido.

Nesta segunda (28), Fux exonerou o secretário encarregado, com a justificativa de que a solicitação foi feita sem o conhecimento dele (Fux).

Justiça pautada pelas redes sociais?

 

Últimos dias

Interessados em realizar a prova da 2ª edição do Exame de Suficiência de 2020 do Conselho Regional de Contabilidade (CRC) têm até 14h de 30 de dezembro para se inscrever. A prova, que será presencial, em 31 de janeiro, é um dos requisitos para a obtenção de registro profissional.

Os candidatos que já haviam feito inscrições da prova online em 8 de novembro estão automaticamente inscritos, mas devem acessar a página da Consulplan até 5 de janeiro e indicar a cidade na qual desejam realizá-lo. O exame foi cancelado devido a ataques cibernéticos.

 

Rápidas

A Rede D’Or São Luiz conquistou o selo Ouro na Categoria Energia Renovável na premiação 2020 Climate Champions of the Health Care Climate Challenge, promovida pela GGHH *** Align Technology lança nova versão do software para o planejamento de sistema Invisalign.

Leia mais:

Desemprego sob Bolsonaro: recorde atrás de outro

Baleia Rossi será o candidato de oposição a Bolsonaro

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Argentina fechará com China parceria do Cinturão e Rota

Iniciativa pode ser pontapé inicial para desenvolvimento e integração da América Latina.

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Pagamento por serviços ambientais

Há um longo caminho para aperfeiçoar os critérios e parâmetros da lei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

‘Eu quero uma casa no campo…’

Êxodo urbano: mais de 1,3 milhão de famílias brasileiras pretendem migrar para áreas rurais.

Direita vence no Equador

Banqueiro Guillermo Lasso vence socialista Andrés Arauz no segundo turno da eleição.

Mercados internacionais abrem com cautela

Enquanto isso acontece lá fora, aqui Ibovespa ensaia leve alta.

Semana começando sob tensão

Desde a semana passada, segue a novela do Orçamento.

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.