Brasil bateu recorde nas exportações de café em setembro

No mês passado, o país exportou 3,8 milhões de sacas de café, um aumento de 8,6% em relação a setembro de 2019.

O Brasil bateu recorde na exportação de café para o mês de setembro. Foram embarcadas 3,8 milhões de sacas de café no período, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado e moído. O volume foi 8,6% maior que o de setembro do ano passado e representa a maior quantidade de café brasileiro exportado para o mês de setembro.

A receita das exportações no nono mês do ano foi de US$ 458 milhões, alta de 3,6% em relação ao mesmo período de 2019. Na conversão em reais, a receita foi equivalente a R$ 2,5 bilhões, crescimento de 35,7% em relação a setembro do ano passado, devido à alta do dólar. O preço médio da saca de café no período foi de US$ 120,7. Os dados são do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

"Estamos muito satisfeitos com os resultados de exportação do café em setembro. O volume de vendas foi recorde em relação ao mesmo mês nos anos anteriores e, além disso, tivemos um aumento muito significativo na receita total em reais. Observamos também que os resultados poderiam ter sido ainda melhores, na ordem de 10% a 15%, se não fossem os problemas logísticos de falta de containers e espaços nas embarcações", disse em nota o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes.

Entre janeiro e setembro de 2020 foram exportadas 30,5 milhões de sacas, com receita de US$ 3,9 bilhões, equivalente a R$ 19,6 bilhões. Em reais, a receita teve crescimento de 31,7% ante o período de janeiro a setembro de 2019.

Para os países árabes, no acumulado do ano foram embarcadas 1,4 milhão de sacas de café a US$ 145,5 milhões, um aumento de 6,9% em relação ao mesmo período de 2019. A participação do bloco de países árabes nos embarques de café brasileiro é de 4,6%.

Os principais mercados do café brasileiro no ano civil foram EUA, com 5,6 milhões de sacas de café, seguidos pela Alemanha, Bélgica, Itália, Japão, Turquia, Rússia, México, Espanha e Canadá.  México, Rússia e Bélgica apresentaram maior destaque, com crescimento próximo de 19% na importação de café brasileiro.

Julho, agosto e setembro de 2020 foram os três primeiros meses do Ano-Safra 2020/21. Neste período, o Brasil apresentou o melhor desempenho histórico para as exportações no início da safra, o que, segundo o Cecafé, demonstra que a colheita brasileira de café neste ciclo entrou de forma expressiva no mercado, em razão de seu volume e qualidade.

No período, o país exportou 10,5 milhões de sacas de café, o maior volume de exportações para o período nos últimos cinco anos, e registrou um crescimento de 2,7% em relação ao mesmo período da safra anterior. A receita foi de US$ 1,3 bilhão, equivalente a R$ 6,8 bilhões, aumento de 34,3% em reais em relação ao período da safra anterior. O preço médio foi de US$ 119,5 por saca.

 

Agência de Notícias Brasil-Árabe

Artigos Relacionados

Airbus e chinesa AVIC fazem parceria

Um projeto de equipamento de fuselagem do Airbus A320 foi lançado em conjunto pela Airbus e pela Aviation Industry Corporation of China (AVIC) nesta...

ONU: mais de 8,5 mil crianças foram usadas como soldados em 2020

Maioria das violações em 2020 foi cometida na Somália, República Democrática do Congo, no Afeganistão, na Síria e no Iêmen.

Brasil tenta abrir mercado de suco de maçã aos Emirados

País árabe envia documento ao Ministério da Agricultura com especificações para abertura de mercado, que está em tratativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento

A partir de 5 de julho, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) irá disponibilizar o novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento (SGF)....

B3 acolhe novo fundo gerido pela XP Asset

Aconteceu nesta terça-feira, na B3, o toque de campainha para comemorar o lançamento de mais um ETF (Exchange-Traded Fund), que é um fundo de...

Airbus e chinesa AVIC fazem parceria

Um projeto de equipamento de fuselagem do Airbus A320 foi lançado em conjunto pela Airbus e pela Aviation Industry Corporation of China (AVIC) nesta...

BID lança guia para ajudar na emissão de títulos sustentáveis

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou um guia para auxiliar e fomentar a emissão de títulos temáticos. O lançamento acontece por meio do...

Vivant lança lata comemorativa ao Dia Internacional do Orgulho LGBT

A lata estampa as cores do arco-íris e traduz o posicionamento da empresa sobre o respeito à diversidade.