Brasil é o terceiro país no mundo em dados roubados

Pesquisa da NordVPN encontrou registros de dados roubados de 16 milhões de computadores em todo o mundo. Os dados foram parar na dark web depois que os computadores foram infectados com Zeus, Pony Stealer, RedLine, Raccoon e dezenas de outros tipos de malware construídos especificamente para capturar credenciais de login salvas em computadores. Como resultado, 174.800 contas de serviços streaming de conteúdo acabaram no mercado para revenda.

“Se você já salvou seus dados em um navegador, incluindo seus logins de contas de streaming, seu endereço residencial ou pior ainda, seus dados de cartão de crédito, um malware como Zeus, Pony Stealer, RedLine ou Raccoon poderia levaria tudo. Mais do que isso, os hackers também obtêm informações sobre suas configurações de usuário, localização, hardware e podem assumir o controle sobre o seu dispositivo. Malwares como esses não são fáceis de se conseguir e são vendidos discretamente na internet”, adverte Daniel Markuson, especialista em privacidade digital da NordVPN.

Os pesquisadores estimam que os danos infligidos apenas aos usuários dos serviços de streaming podem chegar a US$ 38 milhões. Usuários da Netflix foram os que mais sofreram: 61% de todas as credenciais de streaming roubadas estão associadas a ela. Seguido pelo Spotify (25%) e Amazon Prime (7%). Combinados com Hulu, Vimeo e Disney+, 174.800 mil contas foram roubadas e agora estão sendo vendidas online.

“Um dia, essas pessoas encontrarão suas contas bloqueadas, incapazes de acessá-las porque a conta foi vendida, sua senha alterada e/ou e-mail inicial associado a ela substituído”, diz Daniel.

No entanto, os usuários dos EUA e do Canadá não são os que foram mais afetados. Cerca de 1.8M indonésios tiveram seus dados roubados e vazados. Só o país representa 11,4% de todos os dispositivos infectados no mundo. Índia, Brasil e Argentina vêm em seguida, com cerca de 1,2M computadores afetados cada um.

As contas de serviço de streaming são uma unidade de troca muito comum na dark web. Daniel Markuson diz ter observado que os hackers simplesmente o compartilham gratuitamente, pois quase não é preciso nenhum esforço para obtê-los. Por outro lado, o eBay e outros classificados estão cheios de ofertas para ter acesso a um serviço de streaming pela metade do preço.

“Não há dúvida de que tais contas vieram de dados vazados ou adquiridos por meio de outras atividades ilegais. As pessoas que acham isso uma boa ideia, estão contribuindo para esse tipo de roubo”.

A Netflix e outras contas de serviços de streaming encontradas pelos pesquisadores de cibersegurança vazaram depois que os usuários injetaram malware em seus computadores, clicando em um link, arquivo distribuído por e-mail ou aplicativos de mensagens privadas. Esses ataques geralmente têm sucesso por duas razões: proteções de segurança cibernética frouxas e erros humanos. Criminosos se baseiam em urgência e engano. As pessoas pensam que estão clicando em um link ou abrindo um anexo de uma fonte confiável fornecida em um e-mail por exemplo. Uma vez que eles fazem isso, o código de malware é executado em seu dispositivo e secretamente começa a drenar dados do computador da vítima. “Antes de abrir qualquer link ou anexo, é preciso ter 100% de certeza que a fonte é legítima”, adverte.

De acordo com o especialista em segurança cibernética, “Outra questão é que as pessoas mal usam proteções de segurança cibernética, como VPN e antivírus. E, se o fizerem, não conseguem mantê-los atualizados. A combinação dos dois pode bloquear o caminho para a instalação de malware. O que as pessoas devem entender é que as credenciais de login roubadas nos serviços de streaming são apenas uma fração do que foi vazado. Os arquivos não criptografados acabaram na dark web também. A melhor maneira de evitar que isso aconteça com você é começar a usar ferramentas de proteção como a NordLocker, que criptografam dados e os mantêm seguros na nuvem. Sem uma chave para desencriptar, essas informações são inúteis”, acrescenta o especialista.

Recentemente, o tema vazamento de dados tem ganhado ainda mais repercussão e a atenção da população. De acordo com informações divulgadas na mídia, um novo vazamento de dados na internet pode ter exposto mais de 100 milhões de contas de celulares, incluindo o número do celular de Fátima Bernardes e do presidente Jair Bolsonaro.

Essa preocupação com o vazamento de dados se torna cada dia mais uma prioridade para a população e empresas. Outros casos, como a questão que recaiu recentemente sobre a Serasa Experian, em que mais de 223 milhões de CPFs e 40 milhões de CNPJs foram vazados, ou mesmo o caso que ocorreu com as senhas de sistemas do Ministério da Saúde, que fizeram com que cerca de 16 milhões de brasileiros que tiveram diagnóstico suspeito ou confirmado de Covid-19 sofressem por quase um mês com seus dados pessoais e médicos expostos na internet, demonstram a importância das penalidades que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) impõem e que começam a ser aplicadas em agosto de 2021.

Leia mais:

Pedida multa de R$ 200 mi à Serasa por vazamento de dados

Vazamento expõe dados de CPF e veículos de milhões de brasileiros

Artigos Relacionados

Se aprovada como está, PEC Emergencial destruirá BNDES

Presidente da Associação dos Funcionários e recentemente eleito para o Conselho de Administração, Arthur Koblitz encaminhou carta a senadores.

Entre executivos, salário do presidente da Petrobras é fichinha

CEO de capital aberto no Brasil tinha uma remuneração 663 vezes maior que a média paga aos funcionários.

Na campanha, Bolsonaro era contra privatizar setores estratégicos

Correios tem lucro bilionário; desestatização falhou na Argentina e Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.