Brasil é o terceiro país que mais usa redes sociais no mundo

Brasileiro fica 3h42m por dia conectado em algum aplicativo; Sudeste é a região que mais utiliza.

O Brasil é o terceiro país que mais usa redes sociais no mundo, com uma média de 3h42m por dia. Ao considerar todos os países, o Brasil fica atrás somente da Filipinas e Colômbia, que gastam em média 4h15m e 3h45m, respectivamente. É o que releva um estudo divulgado pela plataforma CupomValido.com.br, que reuniu dados da Hootsuite e WeAreSocial, sobre o uso de redes sociais no Brasil e no mundo.

Mais de 4,2 bilhões de pessoas utilizam redes sociais pelo mundo, o que representa 53,6% da população mundial.

No Brasil, são mais de 150 milhões de usuários de redes sociais, e a taxa de usuários pelo total de habitantes é de 70,3%, um dos maiores dentre todos os países. O Sudeste é a região do Brasil com a maior taxa, cerca de 78% dos usuários utilizam redes sociais.

Ao levar em consideração a faixa etária, o grupo entre 16 e 24 anos são os que mais utilizam redes sociais no Brasil. Mais de 92% dos usuários deste público utilizam redes sociais pelo menos uma vez ao mês.

Em 2015 os internautas entre 16 e 64 anos passavam em média 6h20m por dia conectado à internet. Já no último ano, este número saltou para 6h54m, um aumento de mais de 8%.

Ao considerar o tempo conectado à internet (tanto para trabalho e lazer) e os diferentes dispositivos (computador e smartphones), a Filipinas é o país onde os usuários mais permanecem conectados à internet, com 10h56m no total.  Na ponta oposta se encontra o Japão, em média os usuários utilizam a internet apenas 4h25m por dia. A média mundial é de 6h54m. O Brasil se encontra logo na segunda posição global. Na média, os brasileiros passam 10h8m por dia conectados à internet, seja para trabalho ou lazer. Deste total, 4h51m o acesso é via computador, e 5h17m via smartphone.

A tendência mostra um forte crescimento do uso de internet via smartphones. Nos 5 últimos, 37,7% das pessoas utilizavam a internet pelo smartphone, e atualmente mais da metade (52,8%) utilizam este meio.

O Brasil é um dos principais países para as plataformas de redes sociais, uma vez que temos uma das maiores quantidades de usuários ativo para diversas redes sociais. No caso do WhatsApp, o Brasil está na segunda posição no ranking mundial, com mais de 108 milhões de usuários ativos (somente atrás da Índia). Para o Instagram, o Brasil fica em 3º colocado, atrás dos EUA e Índia. E no Facebook, o Brasil está 4ª posição global (atrás da Índica, EUA e Indonésia).

O Youtube é a rede sociais mais utilizada pelos brasileiros, cerca de 96,4% dos internautas entre 16 e 64 anos, utilizaram esta rede social pelo menos uma vez no último mês. O WhatsApp e o Facebook, seguem na segunda e terceira posição, respectivamente. Apesar de novo, o TikTok já se encontra na sétima colocação entre as mais utilizadas pelos brasileiros.

Ao levar em consideração o tempo gasto em cada plataforma, o WhatsApp segue na liderança, na média os usuários gastam 30 horas por mês em conversas no aplicativo. O Facebook fica em segunda posição, com 15 horas por mês, e há um empate entre o Instagram e o Tiktok, com 14 horas ao mês. A grande maioria dos usuários utilizam as redes sociais para se manter atualizado com as notícias e novos acontecimentos (36,5%), encontrar conteúdo engraçado ou de entretenimento (35,0%) e preencher o tempo livre (34,4%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Desemprego permanece acima de período anterior à pandemia

São 6 anos de taxa de desocupação de 2 dígitos.

Futuros do petróleo apontam alta de 12% e gás natural de 58%

Pressões inflacionárias globais ampliadas por alimentos e energia.

Justiça Federal arquiva caso do triplex contra Lula

Ex-presidente não pode mais ser punido em eventual condenação.

Últimas Notícias

Mercados fecham semana marcando volatilidade

Os mercados acionários demonstraram volatilidade nesta sexta-feira e com um comportamento de certa forma incomum, com o Ibovespa se mantendo em trajetória oposta aos...

Varejo online da China faturou US$ 1,58 trilhão no ano passado

As vendas no varejo online de bens físicos da China ultrapassaram a marca de 10 trilhões de iuanes (US$ 1,58 trilhão) em todos os...

ANP avalia padrões de qualidade dos combustíveis

Entre os dias 24 e 27 de janeiro, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou ações de fiscalização no mercado...

Brasil perde 10 posições em índice de direitos de propriedade

O Brasil perdeu 10 posições no Índice Internacional de Direitos de Propriedade 2021 (International Property Rights Index 2021 – IPRI), passando a ocupar a...

Seguro enfrentará desafios com custos e preços

O presidente Sindicato das Seguradoras do Paraná e de Mato Grosso do Sul (Sindseg PR/MS), Altevir Prado, disse que 2021 foi extremamente desafiador e...