Brasil está no radar da montadora chinesa BYD

A empresa chinesa Build Your Dreams (BYD), fabricante de baterias solares e veículos elétricos, está de olho no Brasil como um contribuidor para a mobilidade urbana sustentável, disse um executivo da empresa.

O Brasil é um dos principais mercados de carros e ônibus e pode ser um player global nessa mudança, avaliou Marcello Von Schneider, diretor institucional e chefe da unidade de ônibus da BYD Brasil, em entrevista recente à agência Xinhua.

As observações vieram no momento em que a fábrica da BYD em Campinas está prestes a entregar um lote de chassi de ônibus elétrico para São José dos Campos, no Estado de São Paulo, como parte da frota de poluição zero da cidade.

Von Schneider apontou que a empresa trouxe 100% de tecnologia chinesa adaptada ao mercado brasileiro e que esses veículos foram desenvolvidos no Brasil com engenharia chinesa e brasileira, acrescentando que essa troca de conhecimento e tecnologia é uma vitória não só para a China, mas também para o Brasil.

O executivo brasileiro observou que a BYD também oferece outros tipos de veículos no Brasil. Segundo ele, a empresa oferece caminhões elétricos e entregará caminhões de limpeza urbana em novembro, bem como vans elétricas para entregas para empresas de logística e painéis fotovoltaicos.

A luta contra o aquecimento global precisa de contribuição do setor de transportes, segundo Von Schneider. O Brasil pode ser pioneiro e líder nesse processo, afirmou, acrescentando que as empresas operadoras de ônibus estão fazendo as contas sobre a economia com uso de veículos elétricos. Um desses ônibus rodando por um ano equivale ao plantio de 800 árvores, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

ONU: 274 milhões precisarão de ajuda e proteção de emergência em 2022

Moçambique é único lusófono coberto na resposta a 63 países.

Honduras: Xiomara já se organiza para os primeiros 100 dias de governo

Renascimento econômico e o retorno às aulas estão sendo priorizados.

BAII: US$ 1 bi para apoiar recuperação pós-desastre em Henan

O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (BAII) aprovou a alocação de US$ 1 bilhão para um projeto de apoio à recuperação pós-desastre na...

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...