Brasil fará mais transações financeiras digitais que a China

Estudo aponta tendência já verificada desde o início da pandemia, quando mais de 40% das pessoas no Brasil fizeram transações virtuais, segundo o estudo.

O Brasil está entre os países em que mais consumidores pretendem fazer transações financeiras digitais depois da pandemia. De acordo com pesquisa realizada em 10 países pela consultoria Oliver Wyman, mais de 20% dos brasileiros pretendem efetuar pagamentos e realizar outras operações pela internet pós-pandemia. O dado aponta uma tendência já verificada desde o início da pandemia, quando mais de 40% das pessoas no Brasil fizeram transações virtuais, segundo o estudo.

Em comparação com os demais países que participaram do estudo, os brasileiros desejam realizar mais pagamentos digitais do que os chineses, espanhóis e italianos. Na China, 18% disseram que farão mais transações virtuais pós-covid, na Espanha 17% e na Itália 11%.

A pesquisa foi realizada com cerca de 57 mil pessoas de 10 países na América do Norte (EUA e México), Europa (Alemanha, França, Itália, Espanha, Reino Unido), Ásia-Pacífico (Austrália e China) e América do Sul (Brasil). Mais de 1 mil brasileiros participaram do estudo.

Segundo última pesquisa divulgada pela NordVPN, na hora de criar senhas fortes, o brasileiro possui um desempenho de 81,2%. Porém, falha em adotar hábitos simples que o ajudariam a garantir melhor a privacidade e segurança de seus dados. Por isso, o desempenho do Brasil é de 33,4% na categoria “hábitos digitais”, em uma disputa com 192 países.

Outros dados que são preocupantes é a falta de conhecimento de ferramentas de proteção, chegando a cerca de 23,3% dos entrevistados.

No último ano, o Brasil sofreu cerca de 8,4 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos ao longo de 2020, sendo que, deste montante, 5 bilhões ocorreram apenas no último trimestre do ano, segundo relatório do FortiGuard Labs, laboratório de ameaças da Fortinet.

Leia também:

Gradiente e Apple não entram em acordo sobre marca Iphone

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Queiroga ficará em quarentena em NY

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não volta por enquanto ao Brasil. O motivo não foi o gesto obsceno que fez com o dedo,...

Tribunais em São Paulo passam a exigir passaporte de vacinação

Só poderá entrar quem tiver ao menos a primeira dose.

Setor de serviços paulista cresce 20,9% no 1º semestre

Fecomercio afirma que momento ainda é de incertezas.

Últimas Notícias

Queiroga ficará em quarentena em NY

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não volta por enquanto ao Brasil. O motivo não foi o gesto obsceno que fez com o dedo,...

Startup de inteligência artificial terá acesso ao hub de dados da B3

A 4KST, fintech de inteligência artificial, com foco em eficiência financeira, e a B3 anunciaram nesta terça-feira um acordo com foco em compartilhamento e...

BNDES: R$ 166 milhões para linhas de transmissão da Energisa Tocantins

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 166 milhões para a Energisa Tocantins Transmissora de Energia (Grupo Energisa),...

UE tenta expandir oportunidades no oeste da China

Nos primeiros oito meses de 2021, o volume comercial entre a China e a União Europeia (UE) aumentou 32,4% ano a ano. O volume...

Deputados querem venda direta de etanol aos postos

Em audiência pública da Comissão de Minas e Energia, realizada nesta terça-feira, deputados defenderam a aprovação da Medida Provisória 1063/21, que autoriza produtores e...