Brasil foi o quinto país mais atacado por ransomware no semestre

Governo sofreu 917% mais ataques que em 2020; em seguida vem educação (615%), e saúde (594%); um em 10 incidentes ens empresas é considerado grave.

No primeiro semestre de 2021, ataques de ransomware dispararam, excedendo o volume total de 2020 em somente seis meses. É o que revela a atualização semestral do Relatório de Ameaças Cibernéticas da SonicWall 2021 publicada hoje. Depois de registrar recordes de altas tanto em abril como em maio, a SonicWall identificou uma nova alta de 78,4 milhões de ataques de ransomware somente em junho de 2021.

Cinco países sofreram ataques de ransomware de forma massiva: EUA, Reino Unido, Alemanha, África do Sul e Brasil. Em termos de verticais, o setor mais atingido por ataques de ransomware foi o governo, com um crescimento de 917% em relação ao mesmo período em 2020. Em seguida vem a vertical de educação (615% de aumento de ataques), saúde (594% de crescimento) e, finalmente, varejo, com um aumento de 264% nas violações de segurança.

Responsáveis por 64% de todos os ataques de ransomware registrados, Ryuk, Cerber e SamSam foram as três maiores famílias de ransomware no primeiro semestre, de acordo com os experts do SonicWall Capture Labs.

Na batalha contra ameaças conhecidas e desconhecidas, a tecnologia patenteada RTDMI da SonicWall identificou números recordes de malware nunca visto antes, registrando um crescimento de 54% em relação ao primeiro semestre de 2020.

Este ano, os ataques à Internet das Coisas (IoT) continuaram a aumentar, subindo globalmente 59% ao ano até agora, uma tendência igual a de 2018. Enquanto os EUA tiveram um ligeiro aumento de 15% em malware na IoT, Europa e Ásia tiveram um aumento alarmante de 113% e 190% respectivamente no volume de malware na IoT.

Os pesquisadores do SonicWall Capture Labs coletaram e analisaram dados de inteligência de ameaça de 1,1 milhão de sensores em mais de 215 países e territórios.

Já análise dos metadados do Kaspersky Managed Detection and Response, compartilhados por clientes de forma voluntária e anônima, revela que um em cada d10 (9%) ciberincidentes bloqueados pela solução poderiam ter impactos importantes ou permitir o acesso não autorizado a ativos de clientes. A maioria das tentativas de ataques (72%) foram classificadas como gravidade média e poderiam resultar na perda de performance dos recursos corporativos ou ocorrências únicas de uso indevido de dados.

A análise dos casos anônimos de clientes da Kaspersky ocorreu no quarto trimestre de 2020 e teve como objetivo determinar o nível de disseminação e gravidade dos incidentes reportados. O estudo mostrou que quase todos os setores, exceto os de comunicação em massa e transportes, tiveram incidentes muito graves durante o período do levantamento. Organizações do setor público (41%), TI (15%) e financeiro (13%) foram as que mais apresentaram incidentes com frequência e quase um terço (30%) desses incidentes críticos veio de ataques direcionados conduzidos por pessoas. Além disso, quase um quarto (23%) foram considerados graves e classificados como surtos de malware de alto impacto, caso dos ransomware. Em 9% dos ataques, os cibercriminosos obtiveram acesso à infraestrutura de TI de empresas usando técnicas de engenharia social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Sindicatos defendem política pública para tratar dos combustíveis

Melhor alternativa é considerar todas as etapas e beneficiar o consumidor

Sai edital da primeira desestatização de portos no país

Em Vitória a capacidade de movimentação portuária é de 7 milhões de toneladas

Receita abre segunda-feira consulta a lote residual do IR

Total das restituições atinge R$ 281,9 milhões

Últimas Notícias

Electrolux lança desafio para arquitetos e designers de interiores

A Archademy, primeiro Market Network de Arquitetura e Design de Interiores do Brasil, abre inscrições para a edição do seu Archathon Electrolux 2022. O...

Gestão do Hopi Hari ganha na justiça e se mantém no parque

A gestão do Parque Temático Parque Hopi Hari acaba de obter decisão favorável, proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, para...

Bancos chineses registram compra líquida de divisas em 2021

Os bancos chineses registraram uma compra líquida de divisas em 2021, pois a taxa de câmbio do iuan permaneceu geralmente estável e os fluxos...

RNI: Plano de negócio tem o melhor resultado dos últimos 7 anos

Prévia do 4T21 da construtora e incorporadora RNI, do grupo Empresas Rodobens, indica resultados superiores aos últimos sete anos. A empresa, que completou 30...

Chile quer renacionalizar cobre e bens públicos estratégicos

A campanha pela renacionalização do cobre e dos bens públicos estratégicos entregues às transnacionais durante o governo de Augusto Pinochet (1973-1990) tem sido impulsionada...