35.5 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 17, 2021

British quer trabalho de graça

Londres – A British Airways está propondo a milhares de seus funcionários que trabalhem de graça por até um mês para ajudar a companhia aérea a sobreviver. “Estou tentando que todas os setores da empresa tomem parte, de alguma maneira, nesta forma de economizar dinheiro para ajudar o plano de sobrevivência da companhia”, disse o diretor-executivo da companhia aérea, Willie Walsh, que já concordou em deixar de receber seu salário de 61 mil libras no próximo mês.
O apelo, enviado por e-mail para mais de 30 mil trabalhadores da empresa no Reino Unido, pede aos funcionários que voluntariamente deixem de receber seus salários por um período de entre uma semana e um mês, ou que tirem licenças sem vencimento em período semelhante. Os funcionários que aceitarem a proposta devem se apresentar até o final deste mês.
Em maio, a British Airways divulgou prejuízo anual recorde de 401 milhões de libras, resultado influenciado pelo alto preço do combustível. Neste mês, a companhia se reuniu com diversos sindicatos trabalhistas para estudar maneiras de economizar.
De acordo com porta-voz da BA, ainda não há uma meta de economia estabelecida com o plano de reduções, anunciado em maio, mesmo mês em que a empresa teve a idéia de pedir pela primeira vez aos seus funcionários que trabalhassem de graça ou se candidatassem a um mês de licença não-remunerada.

Artigo anteriorNem a mãe
Próximo artigoOs seguidores
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.