Busca do consumidor por crédito cresceu 13,7% em fevereiro

O Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian revelou que em fevereiro de 2021 a procura por recursos aumentou 13,7% quando comparada com o mesmo período do ano anterior. A parcela populacional de menor renda, de até R$ 500 por mês, continua se destacando, já que teve a maior alta em fevereiro (18,6%), mantendo o cenário do mês anterior.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o retorno das medidas de distanciamento social em diversas regiões, o agravamento do cenário de saúde no país, os cortes do auxílio emergencial e a contínua alta da taxa de desemprego fizeram com que a população, principalmente as pessoas de menor renda, fossem extremamente impactadas financeiramente.

“É importante entender que, neste momento, o crescimento da demanda por crédito não está diretamente relacionado ao poder de compra, mas sim com a necessidade de quitar compromissos financeiros prioritários e a tentativa de recuperação do consumo, por consequência da perda de renda”.

Além disso, Rabi explica que a renegociação pode ser outro fator que ajudou a alavancar o índice.

“Para honrar suas dívidas junto ao credor muitas pessoas optaram por encontrar uma fonte de crédito mais barata para conseguir eliminar dívidas mais caras”

Ainda na análise anual, todas as regiões brasileiras marcaram expansão na busca por crédito. Em primeiro lugar temos o Nordeste, que registrou 25,7%, seguido pelo Norte (16,2%), Sudeste (13,6%), Centro-Oeste (7,8%) e Sul (3,3%). Um recorte interessante é que apenas as regiões Norte e Sul demonstraram desaceleração, já que em janeiro cresceram 17,4% e 3,7%, respectivamente.

Leia mais:

Quem vive só receberá R$ 150

É alto o risco de faltar oxigênio nas cidades menores

Artigos Relacionados

Passou a boiada

Aprovado texto-base do projeto sobre licenciamento ambiental.

Ataque cibernético deixa parte dos EUA sem combustível

Alta dos preços ao consumidor também preocupa.

Entidade cobra ao Facebook indenização de meio bilhão

Instituto contesta nova política de privacidade do WhatsApp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Aprovado projeto que asfixia o direito da minoria em sessões da Câmara

Mudanças começam a valer a partir desta quinta-feira.

Confiança da indústria está maior em maio

'Em meio à crise gerada pela pandemia, Estado tem que ser indutor do crescimento econômico', afirma presidente da CNI.

EUA: CPI teve variação acima do esperado

Foi o maior avanço mensal da leitura subjacente desde a década de 80 do século passado.

Latino-americanos viajam aos EUA em busca de imunização

Um anúncio de uma agência de viagens oferece promoções para que mexicanos viajem aos EUA a fim de receber a vacina contra a Covid-19....

Comportamento é misto na Europa nesta manhã

Nesta manhã, Paris opera em queda de 0,10%.