“Bye, bye, England”

A Grã-Bretanha, pátria do liberalismo econômico, vê aumentar em 80% nos últimos sete meses o número de profissionais jovens e trabalhadores qualificados que têm emigrado em busca de melhores oportunidades de vida, informa o boletim eletrônico Resenha Estratégica. “A cada semana, cerca de 4 mil britânicos na faixa de 20 a 40 anos têm deixado o país, afugentados pelas deficiências educacionais, especulação imobiliária (que, como nos EUA, vinha sendo um dos motores do crescimento econômico), impostos e criminalidade em alta.”

Tudo pardo
Da cidade de Barbalha, no Sul do Ceará, a 550km de Fortaleza, vem uma mostra da qualidade dos dados colhidos nas pesquisas nacionais. Segundo uma pessoa que monitora o censo escolar do município, todos os alunos do ensino infantil foram cadastrados como “pardos”, não por isso refletir a pigmentação das crianças, mas por preguiça dos recenseadores. A fonte lista, entre outras “informações absurdas”, o preenchimento da emissão da certidão de nascimento com data anterior à do nascimento da criança: “Tem uma ficha, na qual consta que a criança foi registrada em 1 de agosto de 2002, embora, segundo a mesma ficha, ela tenha nascido em 10 de agosto de 2002”, choca-se, acrescentando que o erro não se deve a alguma mudança no processo evolutivo, mas a erros de preenchimento das fichas.

Equação
Contrariado as teses que, surfando nos números da última Pesquisa Orçamento Familiar (POF) do IBGE, proclamando que investir em educação é a via mais segura para a ascensão social, o professor Plínio de Arruda Sampaio Jr., da Unicamp, alerta para o risco da venda de ilusões: “Não é a educação que garante a ascensão social. É o fato de estar na elite que permite que a pessoa tenha acesso a maior escolaridade”, salienta, lembrando ainda dos muitos pós-graduados desempregados no país.

Ronda
A Legião da Boa Vontade (LBV), em parceria com órgãos públicos e particulares, como Corpo de Bombeiros e Sesc, realiza no Rio de Janeiro, neste sábado, das 9 às 16 horas, o VI Mutirão Estadual de Cidadania e Saúde, em comemoração aos 45 anos da Ronda da Caridade.

Fora da lei
Ao liberar R$ 800 milhões do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para as empresas de telefonia levarem Internet para as escolas públicas o Governo Federal pode ter cometido um ato ilegal. Segundo a Rede Global Info, associação que reúne provedores de Internet do país, a Lei Geral das Telecomunicações determina que os recursos do Fust só poderão ser usados para financiar a expansão da rede e não o provimento de acesso à Internet, como está sendo feito pelo governo.
Este assunto estará em debate em encontro dos associados da Rede Global no próximo dia 6, no Hotel Guanabara (Rio de Janeiro). Outro ponto em discussão será a não inclusão dessas empresas no Simples Nacional. A associação prevê que haverá demissão em massa devido ao aumento na carga tributária.

Alternativa
Depois do “Cansei”, capitaneado pela turma de Comandatuba, e o “Cansamos”, organizado pela CUT para se contrapor ao primeiro, militantes do PSOL lançam o “Enchi o saco”. O objetivo, segundo explicam em artigo na página do Correio da Cidadania na Internet, é “romper a falsa polarização” que se estabeleceu a partir das últimas eleições presidenciais: “A intenção é mostrar que estamos cansados, sim, e faz tempo. Um dos nossos objetivos é desmascarar o debate vazio que tomou conta da pauta de discussões políticas na sociedade. Esse é um chamado para que aqueles que, há anos, resistem bravamente não sejam ludibriados por nenhum dos lados desse debate inócuo”, afirmam ao apresentar os objetivos do movimento.

Sumiço
Depois do Pan-americano, diminui sensivelmente o número de patrulhas da Polícia Militar em circulação pela cidade do Rio de Janeiro.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOpTou
Próximo artigoDominó Pateta

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Anúncio do substituto do Bolsa Família é adiado

Promessa de Bolsonaro fez dólar comercial disparar e a bolsa de valores recuar mais de 3%.

Senado aprova auxílio-gás que barateia em 50% botijão de 13Kg

Pagamento do benefício será feito preferencialmente à mulher responsável pela família.

RJ: R$ 7 bi em cultura, ciência e tecnologia e esporte e lazer

RJ: R$ 7 bi em cultura, ciência e tecnologia e esporte e lazer é consequência do fato de a Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa...

Mesmo com crise modelo de privatização da Eletrobras é aprovado

Empregados e aposentados da estatal terão prioridade para comprar 10% das ações.

Conversa com Investidor: Kepler Weber (KEPL3)

Coordenação: Jorge Priori