Cacau amargo

Um emblemático caso para demonstrar a impotência dos governos que restringem à alta dos juros sua ação para controlar a disparada dos preços dos alimentos – transformados em commodities – pode ser encontrado na disparada da cotação do cacau em julho de 2010. Naquele mês, o preço da tonelada atingiu 2.732 libras em Londres, o maior valor desde 1977. A disparada foi provocada por um ataque especulativo do fundo de hedge Armajaro Holdings, que comprou quase todo o cacau disponível no mercado europeu. De nada adiantaram os protestos dos produtores e as acusações de falta de transparência no negócio. A ação do Armajaro foi facilitada pelas regras da praça londrina, ainda mais favoráveis aos especuladores do que de Nova York.

Opções
A ser crível o cálculo do ministro da Fazenda, Guido Mantega, de que o aumento do salário de mínimo para R$ 560 provocaria um custo extra de R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos, o número equivale a praticamente ao mesmo tamanho do rombo provocado por fraudes no Banco Panamericano, que, diante da incapacidade do Banco Central para detectar o problema, receberá aportes de pelo menos R$ 8 bilhões da Caixa Econômica Federal, para continuar operando.

Haveres e deveres
A dúvida sobre a precisão do número apresentado por Mantega – ele estima que cada R$ 1 a mais no bolso de aposentados e pensionistas resulta num acréscimo de R$ 300 milhões na folha da Previdência Social – vem do fato de o cálculo sobre gastos nunca ser acompanhado pelo dos ganhos via aumento de consumo e, et por cause, da arrecadação com impostos. Ou, na linguagem dos guarda-livros, só deveres sem haveres.

Circo
Responsável pela defesa de três dos quase 40 policiais presos na última semana pela Polícia Federal, durante a Operação Guilhotina, o advogado Marcos Espínola não só aponta irregularidades na ação, como afirma que tudo virou uma espécie de espetáculo no qual a repercussão na mídia pareceu ficar em primeiro plano, “criando uma imagem negativa da segurança pública do estado, justamente num momento de conquistas como a tomada do Complexo da Penha e do Alemão.”
Segundo Espínola, a mais grotesca irregularidade é a prisão preventiva dos acusados, que em tese só poderia ser decretada após o recebimento da denúncia, o que ainda não aconteceu.

Dois por um
Além de cometer o crime ao enviar vírus por e-mail, os responsáveis pela mensagem que circula informando problemas na Serasa violam a lei uma segunda vez: afirmam que conseguiram o endereço eletrônico do “cliente” na Receita Federal.

Fatura
A dúvida desta coluna é se a conta que o PMDB vai apresentar ao governo – após a aprovação do novo mínimo sem uma dissidência – é duas, três ou quantas vezes maior que os R$ 4,5 bilhões que a equipe econômica diz que vai poupar sonegando R$ 15 reais ao novo salário.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDois pesos
Próximo artigoMais perigosos

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico