Café: produção atinge 168,55 milhões de sacas no ano-cafeeiro 2019/20

A produção mundial de café no ano-cafeeiro 2019-2020 atingiu 168,55 milhões de sacas de 60kg, das quais 95,73 milhões de sacas são de café arábica, que equivalem a aproximadamente 56,8%, e 72,82 milhões de café robusta, volume que corresponde a 43,2% da produção global. Se for estabelecida uma comparação com o ano-cafeeiro anterior, cuja safra foi de 171,37 milhões de sacas de café, sendo 100,82 de café arábica e 70,55 de café robusta, verifica-se que esses volumes representam, respectivamente, uma redução de 1,6% da produção total, um declínio de 5,1% do volume de café arábica e um incremento de 3,2% do volume de café robusta.

Especificamente em relação ao café robusta, observa-se que no ano-cafeeiro 2019-2020 o volume produzido no mundo teve acréscimo de 2,27 milhões de sacas em relação ao volume de 2018-2019. Nesse mesmo contexto, é possível constatar que a produção mundial de café robusta teve aumento pelo terceiro ano consecutivo, pois em 2016-2017 a safra foi de 60,02 milhões de sacas, em 2017-2018, foi de 68,99 milhões de sacas, e no ano-cafeeiro passado, o volume de produção mundial do café robusta atingiu 70,55 milhões de sacas. É possível verificar um aumento de aproximadamente 12,8 milhões de sacas de 60kg – 21,3% – na produção mundial de café robusta desde 2016-2017 até o ano-cafeeiro atual.

No que concerne ao consumo mundial de café no atual ano-cafeeiro, tanto de países produtores como exportadores, estima-se um volume total de 167,59 milhões de sacas consumidas, o que representa uma pequena queda de 0,9% em relação ao ano-cafeeiro anterior, que foi de 169,11 milhões de sacas. Nesse contexto, no caso específico dos países exportadores, o consumo interno permanece estável em torno de 50 milhões e nos países importadores o consumo diminuiu 1,1% e atingiu 117,59 milhões de sacas.

Leia mais:

Exportação de café bate recorde pelo terceiro mês seguido

Árabes compram 13% mais café brasileiro

Artigos Relacionados

Diesel fechou 2020 acima da média dos 11 últimos meses

Nos primeiros dias de janeiro, combustível segue a patamares próximos do período pré-pandemia.

Inspeção resgatou 942 trabalhadores análogos à escravidão em 2020

Desde 1995 são mais de 55 mil resgatados e mais de R$ 109 milhões recebidos a título de verbas salariais e rescisórias.

SP: custo de vida de família baixa-renda subiu 6,54% em 2020

Inflação dos alimentos pesou muito mais no bolso das classes E e D do que nas de rendas mais altas, segundo Fecomércio-SP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom: próxima decisão dependerá de dados e cenário fiscal

BC deu mais detalhes sobre os fatores que podem levar à retirada de estímulos monetários.

EUA: bens duráveis avançaram abaixo do esperado

Segundo analista, encomendas excluindo-se transportes surpreenderam positivamente e teve revisão altista na leitura anterior.

Mercado aguarda Fomc e estímulo nos EUA

No Brasil, receio fiscal e incertezas quanto a vacinação contribuíram para que a Bolsa não suportasse as máximas do dia.

NY à espera de balanços da Apple, Boeing e Facebook

Índices futuros das Bolsas nova-iorquinas estão operando mistos à espera de mais balanços trimestrais de grandes empresas dos EUA.

Rio começa nova fase de vacinação contra Covid

Expectativa da prefeitura é vacinar 66 mil pessoas.