Câmara aprova PEC e volta a permitir promoção de funcionários

Deputado do Novo fala em rombo de R$ 90 bilhões.

A Câmara dos Deputados aprovou, em 2º turno, o texto-base da PEC Emergencial (PEC 186/19), que permite ao Governo Federal pagar o auxílio-emergencial com R$ 44 bilhões, fora do Teto de Gastos, mas impõe cortes fiscais, controle de despesas com pessoal e redução de incentivos tributários. Foram 366 votos a favor e 127 contra, com 3 abstenções.

O Plenário em seguida analisou os destaques apresentados pelos partidos na tentativa de excluir trechos do texto. Foi aprovado, por 444 votos a 18, destaque que retirou da PEC a proibição de estados e municípios concederem progressão e promoção funcional para agentes públicos.

O texto retirado dizia também que o tempo no qual estaria vigente essa proibição não seria contado para concessões futuras de progressões ou promoções funcionais. O destaque surgiu de acordo entre o governo e a maior parte dos partidos da base aliada.

O deputado Paulo Ganime (Novo-RJ) alertou que o impacto da mudança no texto da PEC ainda não foi calculado pelo Ministério da Economia, mas pode chegar a R$ 90 bilhões.

Leia mais:

Combustíveis já pressionam também inflação de março

Filiações ao PT disparam 828%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Café torrado, óleo de soja e leite UHT retraem em 2022

Cesta de bens de consumo massivo representará 37% da renda dos latino-americanos em 2022.

Safra de soja 2021/22 tem previsão de 126,18 mi de t

Estudo projeta 116,10 mi de t para as duas safras de milho.

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

Últimas Notícias

Café torrado, óleo de soja e leite UHT retraem em 2022

Cesta de bens de consumo massivo representará 37% da renda dos latino-americanos em 2022.

Safra de soja 2021/22 tem previsão de 126,18 mi de t

Estudo projeta 116,10 mi de t para as duas safras de milho.

China intensifica esforços para aliviar carga tributária das empresas

Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

China lançará esquema de conexão de swap de juros Continente-HK

O banco central chinês, o Banco Popular da China (PBOC), anunciou na segunda-feira a aprovação de três instituições de infraestrutura financeira para desenvolver um esquema de acesso mútuo conectando os mercados de swap de taxas de juros do continente chinês e da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR), informou Xinhua Finance nesta segunda-feira.