Câmara de Comércio França-Brasil em curso de Formação em Mediação Interempresas

Empresas / 17:17 - 22 de abr de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Câmara de Comércio França-Brasil inova ao oferecer seu primeiro curso de formação de Mediadores no Rio de Janeiro. A iniciativa, que formará especialistas na arte de resolver conflitos com neutralidade no mundo corporativo, é fruto de uma parceria da entidade com o respeitado Centre de Médiation et d’Arbitrage de Paris - CMAP, instituição líder na França e Europa na formação de profissionais e oferta de serviços no segmento. As aulas acontecem entre 25 de abril e 03 de maio, no Centro da cidade.

O curso aposta em diferenciais estratégicos para ensinar os procedimentos e as técnicas de mediação de conflitos no meio empresarial de maneira neutra, imparcial e sem poder decisório. Segundo Claudine Bichara, presidente da CCFB-RJ, a consolidação da parceria com o CMAP é fundamental para garantir um serviço de qualidade no ensino da mediação, uma vez que a matéria ainda é incipiente no Brasil. Outro diferencial é a oferta de um programa em que os casos tratados serão práticos e as referências baseadas em vivências reais. A iniciativa pretende preparar profissionais para a solução de litígios de forma extrajudicial, contribuindo, desta forma, para a diminuição da quantidade dos processos existentes atualmente no Judiciário. “Esta modalidade funciona de maneira mais ágil e pode reduzir significativamente as despesas das empresas, livrando-as de processos custosos e demorados”, destaca.

Para o co-idealizador do curso e do projeto para a criação do Centro de Mediação da CCFB, o advogado Carlos Roberto Siqueira Castro, do Siqueira Castro Advogados, a mediação ainda proporciona benefícios como a confidencialidade e a construção da melhor solução para as partes. “Os próprios mediandos propõem a solução para o seu litígio, tornando o desfecho da controvérsia mais justo, sob a ótica dos envolvidos. Trata-se de construir a melhor alternativa para o acordo negociado pelas próprias partes”, afirma o especialista, doutor em Direito Público e Mediador formado pelo CMAP. Outro ponto atrativo para as empresas é a oportunidade de novos negócios. “A mediação propõe-se a resgatar a comunicação entre os envolvidos. No cenário corporativo, isso faz com que as empresas em conflito possam restabelecer contato, possibilitando a geração de novos negócios entre elas”, explica o advogado.

Além de ser considerada uma solução em crescimento para a resolução de controvérsias no âmbito empresarial, a mediação apresenta atualmente um mercado de trabalho com enorme potencial interno, principalmente, após receber o status de lei, em junho de 2015. De acordo com dados do Ministério da Justiça, o País precisará de mais de 17 mil mediadores para solucionar, a partir deste ano, milhões de casos que atualmente levam até 10 anos para serem resolvidos no Judiciário brasileiro.

De olho nesta tendência, a CCFB-RJ oferece um programa de formação intensivo, com trabalhos práticos e simulações, que servirá como o pontapé inicial para o estabelecimento de seu próprio Centro de Mediação. Apoiado no modelo praticado na França, um dos primeiros países europeus a reconhecer oficialmente a mediação como ferramenta de condução a um acordo, e na expertise consolidada do CMAP, o Centro de Mediação da CCFB pretende se tornar referência no apoio às empresas associadas em seus mais diversos ramos de atividade.

Sobre o Curso

Ministrado por professores certificados pelo CMAP, com ampla experiência na formação de mediadores e intensa atuação nos mercados europeu e americano, o curso tem na equipe de formadores e em sua expertise multicultural os diferenciais para o ensino dos procedimentos e das técnicas de mediação de conflitos. O objetivo é auxiliar as partes envolvidas a compreender as questões e os interesses em questão, de modo que possam, mediante à facilitação da comunicação, identificar ou desenvolver, por si próprias, soluções consensuais para diminuir ou extinguir controvérsias e gerar benefícios mútuos.

Sobre o centro de mediação

O Centro de Mediação da CCFB tem como objetivo se tornar pioneiro ao oferecer os mais variados tipos de mediadores para atender ao seu grupo de associados, hoje com cerca de 900 membros. A proposta é tornar a Câmara uma referência no auxílio à resolução de conflitos através de uma equipe bem preparada e do sucesso da experiência francesa no segmento. O núcleo será composto por mediadores externos e por novos talentos que se destaquem durante o curso. “Dentro do universo corporativo e empresarial, é natural que existam conflitos. Nossa missão é oferecer serviços de mediação com excelência, apoiados na expertise da França, que há 20 anos utiliza-se dessa modalidade com sucesso”, finaliza Claudine Bichara.

Local: Avenida General Justo, 171 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor