Câmara do Rio barra visitantes

De uns tempos pra cá, 'Casa do Povo' dificultou a entrada do povo.

Decisões Econômicas / 18:08 - 19 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Vereador Jorge Felippe

A Câmara do Rio profere o slogan “Casa do Povo”, mas não é bem assim. Pelo menos de uns tempos pra cá. O presidente da Casa, vereador Jorge Felippe, criou uma série de regras para barrar a entrada do povo na sede do Poder Legislativo Municipal. Poucos conseguem furar os bloqueios. É preciso se identifica na portaria e dizer pra onde vai, com quem vai falar e essas informações precisam ser confirmadas por algum funcionário. Se a entrada não for autorizada por algum gabinete, nada feito. Os entregadores são os que mais sofrem. Não entram de jeito nenhum. As encomendas têm que ser entregues na portaria. Casa do Povo, hein!

 

Acesso facilitado em Búzios

Quem for a Búzios neste verão vai acessar a cidade com mais facilidade. Por intermédio de uma indicação legislativa do deputado Paulo Bagueira (SDD), que solicitou a substituição do antigo semáforo instalado no trecho da RJ-102 com a RJ-106, na entrada do município, o DER deu início à pavimentação e à construção de uma rotatória no entroncamento das rodovias. O trânsito na região causava transtorno e colocava os usuários em risco.

 

O Plano B do DEM

O DEM não abre mão de ter candidatura própria para a Prefeitura do Rio. Se Eduardo Paes, atual pré-candidato do partido, decidir deixar a legenda, um plano B já está em curso. E já tem até um nome definido, o do deputado estadual Carlos Caiado. Apoiado por César Maia, Caiado é prata da casa, com reduto na Zona Oeste do Rio e boa penetração na Zona Sul. Com 38 anos de idade, Caiado foi vereador do Rio por quatro mandatos e assumiu uma vaga na Alerj este ano como suplente. É autor de mais de 70 leis municipais.

 

Economia solidária

A Frente Parlamentar de Economia Solidária da Alerj, presidida pelo deputado estadual Waldeck Carneiro (PT), conseguiu aprovar duas importantes leis este ano: a 8.351/2019, que institui a Política Estadual de Ecosol, e a 8.354/2019, que cria o Circuito Fluminense de Ecosol. A primeira cria o Sistema Estadual de Economia Solidária e qualifica os empreendimentos econômicos solidários. A segunda incentiva a comercialização de produtos oriundos da cadeia produtiva da economia solidária em feiras, festivais e exposições.

 

Pesquisas eleitorais

A partir do dia 1º de janeiro, todas as pesquisas eleitorais terão que ser, obrigatoriamente, registradas na Justiça Eleitoral com até cinco dias antes da divulgação e incluir todos os candidatos com registro confirmado. No caso das eleições para prefeito, por exemplo, nenhum candidato com registro confirmado pelo TRE pode ficar de fora da consulta e da divulgação do resultado.

Deputada Marina Rocha

Cobrança abusiva no Pátio Legal

Tramita na Alerj projeto de lei da deputada Marina Rocha (PMB), que proíbe a cobrança de diária de estadia dos veículos rebocados que forem retirados no mesmo dia do depósito (pátio legal). A deputada argumenta, e com razão, que a cobrança de uma diária por apenas algumas horas de permanência no depósito é abusiva.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor