Câmbio deve passar por ajustes após comunicado do Copom

No Brasil, após o Copom ter mantido a taxa Selic em 2% ao ano e ter retirado o forward guidance do seu comunicado, a tendência é que a curva de juros perca inclinação e o real ganhe força ante o dólar nesta quinta-feira. Porém esse cenário é incerto devido os problemas com as vacinas e o risco fiscal do país. Além disso, o governador do estado de São Paulo, João Dória, deve divulgar novas medidas para combater a disseminação da covid-19 tendo em vista que o número de casos tem aumentado muito nos últimos dias. No momento, o futuro do índice Ibovespa está em queda de -0,15% e o futuro do dólar está em queda de -0,80%.

.

Thiago Penteado

Trader Mesa de Câmbio

Travelex Bank

Leia mais:

Ajustando as expectativas

Índices futuros de NY estão subindo

Artigos Relacionados

Cade pede que Petrobras interrompa venda de refinaria

Petroleiros entraram com ação em que contestam preço de venda, metade do valor da avaliação.

Contas externas têm saldo negativo de US$ 7,253 bilhões em janeiro

Em janeiro de 2020 o déficit foi maior, de US$ 10,3 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preços dos carros mais vendidos subiram 9,4% em média em um ano

Com 18,23% de variação, Renault Kwid foi o que mais subiu de preço entre os 13 mais vendidos.

PEC Emergencial pode sair da pauta do Senado desta quinta

Parlamentares resistem a cortes na saúde e educação e propõem votar apenas questão do auxílio emergencial.

Desdobramentos da intervenção na Petrobras

Percepção é de que o 'superministro' de Bolsonaro pode estar ficando cada vez mais isolado.

IPCA-15 de fevereiro ficou abaixo da expectativa

Índice mostra variação mais fraca que o esperado em alimentação, educação; já saúde e transportes vieram mais fortes que a expectativa.

Tentativa de superação

Ontem foi dia de recuperação da Bovespa, liderada pelas ações da Petrobras, Eletrobrás e setor bancário.