Camisa de força

Enquanto o crescimento médio anual da economia brasileira de 1987 a 1997 ficou em ínfimo 1,8%,  no mesmo período o consumo de energia cresceu 2,2 % ao ano, exigindo do setor elétrico aumento de 16GW na sua capacidade de geração e investimentos de R$ 45 bilhões.
Esses dados revelam que, se com a economia em ritmo de cágado, a ameaça de colapso no setor elétrico é uma ameaça cada vez mais presente, a situação pode se tornar ainda mais crítica quando o país retomar seus níveis de crescimento histórico.
O mega apagão no início do ano passado foi uma pequena, mais significativa, amostra da deterioração do setor, provocada pela paralisação dos investimentos estatais em energia, sem que fossem substituídos pelo dinheiro dos novos donos privados.
Em tempo: para o país crescer 1% ao ano, são necessários investimentos de 5% do PIB.

Sem música
Para tristeza dos velhinhos, a diretora do Sesc/Copacabana, Eliane Cristina Santos, extinguiu o Coral da Terceira  Idade daquela seção. A alegação foi a mesma de Malan & Cia: contenção de despesas. As aulas estavam a cargo de é um funcionário do próprio Sesc. Os velhinhos estão inconformados com o fechamento do coral, que vencera todos os concurso de que participou.

Passado
Não deixa de ser irônico – ou ridículo – que as mesmas pessoas que louvavam a liberação do mercado façam agora discursos defendendo a intervenção nos preços. E ainda apresentem isso como uma virtude. Uma autocrítica cairia bem.

Alvo
Por que, em vez de propor a redução da faixa isenta de pagamento de imposto de renda, o secretário da Receita Federal, Everardo Maciel, não volta suas baterias contra a redução do número de brasileiros que sonegam IR. Em outras palavras, por que o Leão não morde a turma do andar de cima, em vez de rosnar para o pessoal do andar de baixo?
O céu é o limite
Entre 94 e este ano, o números de pessoas que declaram IR no Brasil passou de 6,3 milhões para 12,5 milhões. Ponto para o secretário. No entanto, como o mercado de consumo efetivo do país está estimado em cerca de 30 milhões de pessoas, a margem para reduzir a sonegação continua oceânica.

Banho de jornal
O Núcleo de Mercado da Associação Nacional de Jornais (ANJ) acaba de lançar o primeiro número do seu newsletter trimestral. Com tiragem de 15 mil exemplares, apresenta pesquisas e artigos sobre o meio jornal, notícias do núcleo, além de entrevistas com pessoal de agências e anunciantes,  abordando a importância do jornal como veículo de comunicação no resultado de seus trabalhos. A essa publicação se juntarão outras ações como o “Banho de Jornal”, dirigido ao público interno e externo; o “Kit Básico de Jornal”, um banco de dados atualizado sobre os principais jornais, em breve com acesso on line; campanhas de valorização do meio; e um prêmio nacional/regional de criação publicitária que congregue os jornais espalhados por todo o Brasil. Exemplares do newsletter podem ser solicitados pelo telefone (11) 3061-3757 ou pelo e-mail nú[email protected]

Já vai tarde
Se o presidente FH já está contando os dias que faltam para “o resto do mandato”, imagina os outros 160 milhões de brasileiros.

Plebiscito
Entre os próximos dias 2 e 7 de setembro, os brasileiros voltam às urnas para uma votação que, embora simbólica, pode ter, dependendo do grau de participação popular, significado mais importante do que o de eleições mornas e despolitizadas para prefeito. Durante seis dias, os brasileiros vão responder a três perguntas: 1) Se são favoráveis ou não a manutenção do acordo com o FMI; 2) Se o Brasil deve continuar pagando a dívida         externa, sem realizar uma auditoria da dívida, como prevê a Constituição de 1988 e  3) Se os governos federal, estaduais e municipais devem continuar usando grande parte do orçamento público para pagar a dívida interna aos especuladores. Entre os organizadores do plebiscito, que faz parte da campanha do Jubileu de Ouro, do Vaticano, estão a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), CUT e MST. Mais informações sobre o plebiscito pode ser obtidas na página www.jubileu2000.org.br.

Artigo anteriorCortina de fumaça
Próximo artigoDecola, Galeão
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Cristiano Ronaldo, Coca-Cola e Nelson Rodrigues

Atitude do craque português realmente derrubou ações da companhia de bebidas?

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Brasil: 3º maior em descomissionamento offshore em 10 anos

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 1584/21 que propõe regras para o desmonte e a reciclagem de embarcações e de instalações...

Eve faz parceria para acelerar soluções de mobilidade aérea urbana

A Eve Urban Air Mobility Solutions, Inc (Eve), da Embraer, e a Skyports, companhia líder no segmento de vertiportos, anunciaram nesta segunda-feira uma parceria...

UE promete tolerância zero em relação a fraude

A Comissão Europeia vai ter “tolerância zero” em relação à fraude e às “desconformidades” na utilização dos fundos europeus por parte dos 27 Estados-membros...

Primeiros REITs da China começam a ser negociados

O primeiro lote de fundos de investimento imobiliário em infraestrutura (REITs, sigla em inglês) da China começou a ser negociado nesta segunda-feira, com cinco...

Investimento estrangeiro direto recua 20 anos no Brasil

Os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED), devido a crise da Covid-19, despencaram globalmente em 35% em 2020, ao passarem de US$ 1,5 trilhão...