Caridosos

Apesar das declarações de boas intenções dos dirigentes do Banco Mundial (Bird) e Banco Inteamericano (BID) a favor do Brasil, relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) revelou que, nos últimos dez anos, para US$ 1 emprestado as país pelas duas instituições, elas receberam de volta US$ 1,4. Os números foram lembrados pelo deputado Enéas Carneiro (Prona-SP) em discurso na Câmara dos Deputados em que pediu ao presidente Lula que rompa com a atual lógica do sistema financeira

Bom para os dois
O Brasil quer ampliar a cooperação com China no setor de programas de computador. A proposta foi apresentada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) nacional durante reunião com missão chinesa esta semana. Desde 2001, os dois países debatem a criação de um centro comum que hospedaria empresas prestadoras de serviços de internacionalização e tradução de programas de informática das duas nações. Como a China tem se destacado na produção de computadores e o Brasil na de programas, o incremento do acordo agrega valor às duas parte.

Ciúme
O secretário do Meio Ambiente de Minas Gerais, José Carlos Carvalho, afirmou que é um “equívoco” a multa de R$ 50 milhões aplicada pela Polícia Florestal do Rio de Janeiro à Indústria Cataguazes de Papel – responsável pelo vazamento de rejeitos tóxicos em Cataguases (MG) que comprometeu o abastecimento de água em cidades do Rio. “A Polícia Florestal (do Rio) não tem jurisdição sobre o território de Minas e não tem competência para aplicar multas”, disse Carvalho. A multa, na verdade, foi aplicada a partir de um convênio entre os órgãos do Rio e o Ibama, federal. Enquanto o secretário mineiro reclama da atuação da polícia fluminense, a poluição vai bem, obrigado. Seria mais efetivo se Carvalho revelasse se e em quanto Minas multou a empresa.

$aúde
Apenas nos dois primeiros meses do ano, o  setor público (União, estados e municípios) já torrou R$ 32 bilhões com pagamento de juros. Além de ser quase o dobro dos gastos do primeiro bimestre do ano passado, essa grana preta equivale a praticamente ao orçamento para a Saúde, de R$ 31 bilhões, para todo este ano, com a vantagem adicional para a turma da banca de que a farra dos juros tem habeas corpus contra a tesoura do ministro Palocci.

Língua pátria
O uso de palavra ou expressão em língua estrangeira será considerado lesivo ao patrimônio cultural brasileiro e deverá ser encontrado substituto equivalente em língua portuguesa. Esses são alguns pontos da Lei 3.516/2003, promulgada pelo presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, vereador Sami Jorge. A lei, iniciativa de Ricardo Maranhão, líder da bancada do PSB na Câmara, tem como objetivo a defesa da língua portuguesa. Prevê a melhoria do ensino campanhas e atividades educativas e obriga o uso de palavras e termos em português na publicidade e documentos oficiais, entre outros. A lei ainda depende de regulamentação pelo prefeito Cesar Maia, que havia vetado o projeto. O veto foi derrubado pela Câmara por 22 a zero. Depende da regulamentação o estabelecimento das penalidades – pecuniárias – para quem não cumprir.

Pouso
O governador do Espírito, Paulo Hartung, criticou a resistência de alguns governadores em receber o traficante Fernandinho Beira Mar em seus estados. Para Hartung – que mostrou disposição em receber o traficante -, a resistência revela uma falta de solidariedade com o governo federal e uma omissão na batalha contra o crime organizado. Endividado como está o estado e sem receitas para arcar com as despesas, não é difícil entender as razões de tanta cooperação.

Fomento
No plano externo, o governo Lula continua no bom caminho. Com o Itamaraty à frente, está articulando uma ampla agenda de cooperação com a Venezuela. Uma delegação do Brasil, com empresários e representantes do BNDES, está em Caracas cuidando do assunto.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSorte
Próximo artigoFato relevante

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Copom elevou taxa de juros em 1% para 6,25% ao ano

Aguardamos agora a ata que será divulgada na próxima terça-feira para maiores informações sobre a trajetória da taxa Selic.

Alemanha escolhe sucessor de Merkel no próximo domingo

Eleições deverão ser as mais concorridas dos últimos anos; pesquisas indicam vitória do SPD, social-democrata.

Reajuste salarial fica abaixo da inflação em agosto

Fipe: não houve aumento mediano real como resultado de negociações nos últimos 12 meses; desde setembro, índice tem oscilado de -1,4% a zero.

Clima positivo no exterior deve beneficiar índice Bovespa

Mercado internacional opera no positivo motivado por noticiário sobre Evergrande.

Evergrande, Fed e Copom

Bovespa encerrou o segundo dia de alta com +1,84% e índice em 112.282 pontos, mas na máxima chegou a atingir 113.321 pontos.