Carnaval de plástico

A Braskem anunciou um patrocínio de R$ 3 milhões ao Carnaval do Rio de Janeiro. O dinheiro será repassado à Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa). A cifra não sairá integralmente dos cofres da empresa petroquímica, que articulou o apoio de sete de seus clientes: Altacopo, Altaplast, Piramidal, Sasil, Tigre e Zaraplast. O slogan do pool “Carnaval sem plástico não existe”. O patrocínio atende ao apelo do presidente Lula, que, em dezembro, pediu que a empresa, juntamente com a Petrobras e a Unipar, investissem R$ 12 milhões no Carnaval carioca. A Petrobras já anunciou que dará R$ 6 milhões.

Esquecida
A Previdência Social fez 85 anos, quinta-feira. Como presente, deveria receber, plenamente, os recursos que foram destinados pela Constituição de 1988 à Seguridade Social, que inclui, além da Previdência, Assistência Social e Saúde. Talvez ajudaria a ver cumprido o preceito constitucional se tivesse padrinhos tão poderosos quanto os que, garantiram, apenas ano passado, cerca de R$ 160 bilhões do Bolsa Juros aos rentistas e aos especuladores brasileiros, pagos sem sofrer qualquer contingenciamento do Governo Lula.

Bola de cristal embaçada
“Nos bancos centrais ao redor do mundo, o consenso ainda é pela “desaceleração moderada dos EUA”, mas não se deve descartar um tombo maior. As principais portas estão abertas para 2008. Não devemos descartar também um descolamento desta crise, dado o dinamismo dos mercados emergentes.”
Pode parecer que faz muito tempo, mas a afirmação acima, de autoria de um analista do mercado financeiro brasileiro, foi escrita há menos de 30 dias – para ser mais exato em 27 de dezembro passado – de o derretimento dos mercados, segunda-feira, despertar os mais crédulos sobre a dimensão do estouro do cassino mundial.

“Revival”
“Fica claro que a velha Lei de Mercado de Capitais, criada na época de Roosevelt (Franklin Delano) para regulamentar as atividades dos bancos, deveria ser reeditada.” A sugestão é feita pelo advogado e coordenador da Comissão de Direitos e Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, Fernando Rizzolo, em artigo no Blog do Rizzolo (rizzolot.wordpress.com/2008/01/17/as-taxas-de-juros-e-a-crise-americana).

Ponto estratégico
A Farma Service Distribuidora, do Grupo Martins, vai se instalar em Resende (RJ). A empresa, que vai funcionar no antigo galpão da Sonoco, localizado na Rodovia Presidente Dutra, é especializada na logística de produtos farmacêuticos, de higiene e de beleza. A nova unidade abrirá mais de 200 empregos diretos apenas na área administrativa. “Escolhemos Resende pelo fato de estar em um excelente ponto estratégico no eixo Rio-São Paulo”, afirmou o gerente da Filial Nordeste, Mauro Rezende de Faria.

Exportação
Mauro Mello, ex-sócio da corretora de valores Futuro, ajuda a montagem do banco central angolano.

Nota 10
Destinada a ajudar na educação de milhares de crianças em situação de risco social, bem como de suas famílias, que não dispõem de recursos financeiros para a compra de material escolar, a Legião da Boa Vontade deu início a mais uma edição de sua tradicional “Campanha Criança Nota 10 – Sem Educação não há Futuro!”. Serão distribuídos kits escolares a  meninos e meninas que participam de programas da LBV. Os interessados em contribuir podem entrar em contato pelo telefone 0800-214214 ou acessar o site www.lbv.org.br

Tintim
As vendas de espumantes brasileiros no mercado interno cresceram 9% até novembro do ano passado, em relação a igual período de 2006. Foram vendidos 7,202 milhões de litros. Atualmente, a produção nacional de espumantes é de cerca de 10 milhões de garrafas e vem aumentando de 10% a 20% a cada ano, informa a Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Artigo anteriorA salvo
Próximo artigoFesta antecipada
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ANS determina que planos cubram novos remédios, exames e cirurgias

Novos exames e tratamentos passaram a fazer parte da lista obrigatória de assistência, que deverá ser observada a partir de abril.

Ibovespa futuro sobe no momento, mas com muita cautela

No exterior, Bolsas globais recuam em meio a preocupações com a inflação nos EUA.

IPC-S sobe em seis capitais brasileiras em fevereiro

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na...

Trava política impede recuperação mais forte

Nesta segunda, mercados aqui foram na mesma direção do exterior em recuperação, mas sem mostrar maior tração. 

Sony deixará de vender áudio e vídeo no Brasil

Multinacional japonesa venderá aqui apenas consoles de games importados.